Porto Alegre, quinta, 23 de setembro de 2021
img

Andiara Petterle deixa RBS e foca na carreira de Conselheira de Empresas. Grupo de Comunicações anuncia mudanças na gestão

Detalhes Notícia
Com 20 anos de experiência, a executiva era vice-presidente do grupo desde 2015 e foi a responsável pela consolidação do digital na estratégia de negócios Foto: Gary Hughes

 

A executiva Andiara Petterle, 42 anos, deixa a vice-presidência do Grupo RBS para se dedicar a uma nova etapa de vida e de carreira como conselheira de administração de empresas. O objetivo é levar temas atuais como transformação digital, diversidade e ESG para o debate na alta cúpula das companhias, contribuindo para que elas se adaptem à nova realidade do mercado. Para se aprimorar ainda mais, Petterle está cursando o doutorado na Business School Lausanne, na Suíça, focado em estudar as novas práticas nos conselhos dentro do ambiente ESG (environment, sustainability and governance). Ela já faz parte do board da Melhoramentos e da Associação Nacional de Jornais.

– Quero muito a oferecer minha experiência a empresas que veem oportunidade de transformação para enfrentar os novos desafios de mercado e da sociedade. Não há dúvida que o digital se tornou indispensável, ainda mais em tempos de pandemia. E projetos que levam em conta a sustentabilidade e diversidade são mais e mais necessários – diz Petterle, sendo ela mesma um exemplo de diversidade por ser uma mulher que alcançou cargos altos em sua jornada. – Os conselhos de administração ainda são formados na maioria por homens, vou poder levar um ponto de vista diferente – completa ela.

Com 20 anos de experiência, Andiara tem uma trajetória de liderança de sucesso. Em 2005, ela começa a empreender, sendo cofundadora do Grupo Bolsa de Mulher, um dos maiores conglomerados de empresas de mídia digital voltadas para o público feminino. Seis anos depois, o Bolsa foi vendido para a americana Batanga Media – hoje o Bolsa foi reposicionado e chama-se Vix/Univision. Petterle assume o cargo de diretora executiva do Ebricks Ventures, pertencente ao Grupo RBS. Como responsável pela estratégia de investimento em start-ups de tecnologia e digital, ela também orientava os empreendedores na execução das ações tomadas.

Neste meio tempo, também se tornou membro do conselho da Cia de Talentos, empresa de recrutamento, e da Predicta, uma das empresas da Ebricks, acumulando nessa última o cargo de CEO. Em 2015, veio o convite para assumir a vice-presidência da RBS, onde entregou resultados exponenciais. Em destaque, a reformulação do modelo de negócios do grupo que engloba 8 jornais, transformando-o em uma empresa digital – hoje são 120 mil assinantes digitais.

Formada em Comunicação Social, graduação e mestrado, pela PUC-Rio, Petterle participou de programas de estudos das principais universidades estrangeiras, como Oxford, Stanford e Harvard, buscando ampliar o conhecimento nos assuntos de interesse: transformação digital, capitalismo sustentável e ESG.

– Costumo dizer que estou entrando na minha quarta fase de carreira. Já fui empreendedora, investidora, executiva e agora serei conselheira com toda a experiência que já tenho – diz ela.

Em suas redes sociais que está deixando a empresa. No texto ela fala sobre os novos desafios.

“Eu não sou de textão, mas o dia de hoje merece um. Porque dias especiais merecem palavras especiais.

Hoje é um dia especial na minha carreira: o início de um novo ciclo dedicado a contribuir mais fortemente com empresas bacanas, ambiciosas e cheias de propósito como CONSELHEIRA DE ADMINISTRAÇÃO.

Depois de passar anos felizes como empreendedora, investidora e executiva, o novo passo representa também um momento especial do mercado, em que transformação digital e cultural, alinhamento de lucro com propósito e diversidade são elementos muito importantes. A partir deles, usarei minha energia para promover a transformação em conselhos de empresas brasileiras e estrangeiras. Acredito que terei a oportunidade de oferecer a experiência profissional e a paixão acadêmica do meu doutorado na BSL, que estou cursando no momento, em prol de novas e necessárias práticas para levar os conselhos a um patamar mais eficiente no ambiente ESG.

Meu foco é contribuir em conselhos de empresas com temas como transformação digital, cultura, diversidade e ESG. Esses pilares fazem parte da minha jornada e acredito que eles sejam fundamentais para as corporações

São momentos muito especiais na vida quando conseguimos alinhar nossos anseios de desenvolvimento pessoais com oportunidades no mundo. Aos 42 anos, tenho certeza de que ainda terei muitos novos ciclos produtivos e esse que se inicia será um muito especial. Nesse, serei CEO do meu tempo e o usarei intensamente para ver mais de perto a Olivia e a Catarina crescerem e apoiar, como mentora, uma nova geração de talentos.

Deixo o Grupo RBS como executiva com muito orgulho do que construímos, transformamos e entregamos para o mundo. Terá sempre minha gratidão e admiração, especialmente por ser uma empresa que realmente alinha seu propósito a seus resultados. Obrigada Duda Melzer, Claudio Toigo, Nelson Sirotsky, Jaime Sirotsky e todos os acionistas por 11 anos muito felizes da minha vida. Obrigada aos companheiros, atuais e passados, de diretoria executiva. E MUITO OBRIGADA mesmo ao meu time, que me mata de orgulho por sua competência e por seu coração. Vocês são incríveis e vou morrer de saudade.

Foram 7 anos absolutamente incríveis em Porto Alegre, onde construímos nossa família, fizemos amigos para a vida inteira, nos reaproximamos das nossas raízes e tivermos “the time o our lives”. Obrigada, querido Rio Grande do Sul! Mudamos nossa vida para uma deliciosa ponte-aérea Brasil-EUA-Suiça, onde vamos conciliar todos os nossos amores: trabalho, estudo e aventuras com nossas pequenas.”

Com a saída de Andiara, uma nova estrutura organizacional entrará em vigor a partir de setembro, com a renovação do Comitê Executivo da RBS. Em comunicado o Grupo relatou que Andiara Petterle, atual vice-presidente de Produto e Operações, deixará a RBS ao final de agosto para se dedicar à carreira de conselheira. Ao longo dos últimos sete anos, Andiara foi liderança-chave do processo de transformação, especialmente na evolução digital, liderando toda a operação de produto da empresa e as redações.

Para acelerar o processo de transformação do negócio, foi criada uma frente de Estratégia e Transformação, liderada por Marcelo Leite, atual diretor-executivo de Marketing. A área irá aglutinar disciplinas críticas para o desenvolvimento do negócio, como digital, tecnologia, dados, consumer insights, comunicação e gestão de pessoas.

Marta Gleich, que hoje ocupa a diretoria de Jornalismo, assumirá a liderança da frente de Jornalismo e Esporte. No momento em que a sociedade volta a perceber o jornalismo profissional como um aliado relevante para contribuir para a formação de opinião e tomada de decisão no seu dia a dia, a RBS se organiza para intensificar seu compromisso com a atividade. Em Esporte, o grupo vai explorar ainda mais a estratégia de produção e distribuição de conteúdo esportivo com foco em transformação de negócio e geração de receitas. Outra novidade é a frente de Entretenimento e Canais, sob a liderança de Marco Gomes, atual gerente executivo de Programação, Entretenimento e Projetos. Com ela, espera-se acelerar oportunidades de negócio a partir da sinergia das áreas, além de avançar no desenvolvimento estratégico das plataformas de TV e rádio. Carlos Fini, que é o atual diretor de Tecnologia da RBS TV, será consultor dessa frente. Complementando o Comitê Executivo da RBS estão Patrícia Fraga (Mercado), Mariana Silveira (Finanças e Jurídico) e Caroline Torma (Comunicação).