Porto Alegre, quinta, 23 de setembro de 2021
img

Ex-ministra da Saúde da França é indiciada por 'colocar em risco a vida de pessoas' na pandemia; RFI

Detalhes Notícia
Agnes Buzyn disse a repórteres que estava ansiosa para explicar o que aconteceu e esclarecer tudo sobre sua chegada ao tribunal nesta sexta-feira, 10 de setembro, em Paris. AFP - LUCAS BARIOULET

 

 

A ex-ministra da Saúde da França, Agnès Buzyn, foi indiciada nesta sexta-feira (10) por “colocar em risco a vida de outras pessoas” durante a pandemia, após ser ouvida por magistrados do Tribunal de Justiça da República (CJR), que está investigando a gestão da Covid-19 no país, segundo informações do gabinete do procurador-geral do Tribunal.

Agnès Buzyn, a primeira personalidade francesa a ser implicada neste vasto processo, também foi indiciada por “abstenção voluntária de lutar contra um desastre”, disse a mesma fonte.

A ex-ministra foi ouvida pelo Tribunal de Justiça da República da França nesta sexta-feira (10) por várias horas.

Leia mais em RFI