Porto Alegre, quinta, 23 de setembro de 2021
img

Presidente do BC diz que Petrobras aumenta preços 'muito mais rápido' que outros países; O Globo

Detalhes Notícia
Campos Neto afirma que valor dos combustíveis tem impacto do dólar alto e que não vai alterar plano de voo para 'cada dado de alta frequência' sobre inflação. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, explicou que a inflação sofreu sucessivos choques Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

 

 

A uma semana para a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse que preços como o da gasolina, que têm pressionado a inflação, sofrem impacto da alta do dólar e lembrou que a Petrobras repassa esses custos com mais frequência que o que ocorre em muitos países.

No mesmo dia, o presidente da estatal, Joaquim Silva e Luna, que participou de audiência na Câmara dos Deputados, culpou os tributos estaduais pelos preços elevados dos combustíveis. Em alguns estados, a gasolina já passou de R$ 7 o litro.

Campos Neto explicou que a inflação sofreu sucessivos choques nos últimos meses, como o preço dos commodities e, mais recentemente, da crise hídrica, que afetou os preços de energia.

Leia mais em O Globo