Porto Alegre, quarta, 20 de outubro de 2021
img

Vereador de Porto Alegre cogita deixar o PT após votação do Código Eleitoral; Correio do Povo

Detalhes Notícia
Policial civil, Leonel Radde lamentou posição de colegas de partido que foram favoráveis à quarentena para juízes e policiais. Radde é filiado ao PT desde 1999 e está em seu primeiro mandato na Câmara de Porto Alegre | Foto: Ederson Nunes/CMPA

 

 

A votação do novo Código Eleitoral na Câmara dos Deputados nesta semana gerou estremecimentos na bancada do PT na Câmara de Porto Alegre. Com o apoio de lideranças do Partido dos Trabalhadores, os deputados federais aprovaram emenda, de autoria da base governista, que determina que juízes e policiais que queiram se candidatar precisariam cumprir o período de quarentena. Policial civil e representante da categoria, o vereador Leonel Radde (PT), no Twitter, mostrou forte descontentamento com a atitude dos correligionários e afirmou que irá repensar sua permanência dentro do partido.

A matéria determina que membros do Ministério Público, policiais federais, rodoviários federais, policiais civis, guardas municipais, militares e policiais militares que queiram concorrer nas eleições terão que estar, pelo menos quatro anos antes do pleito, desligados dos cargos. Agora, o projeto será discutido no Senado. Como policial civil, Radde seria diretamente afetado. O texto foi aprovado em uma emenda aglutinativa.

Leia mais no Correio do Povo