Porto Alegre, terça, 07 de dezembro de 2021
img

Professores protestam contra a retirada da Filosofia da grade curricular; Correio do Povo

Detalhes Notícia
Simpa e Atempa reuniram dezenas de servidores no Paço Municipal, no final da tarde desta sexta-feira. Professores protestaram contra decisão "arbitrária" | Foto: Mauro Schaefer

 

 

O Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) e a Associação dos Trabalhadores em Educação no Município (Atempa) realizaram, no final da tarde desta sexta-feira, 15, em frente ao Paço Municipal, no Centro Histórico, um ato público para protestar contra o plano da Prefeitura para a reformulação dos currículos escolares do Ensino Fundamental da rede municipal, que excluí a disciplina de Filosofia dos currículos.

Com palavras de ordem e cartazes contra o prefeito Sebastião Melo, dezenas de professores municipais ocuparam o local e reivindicaram uma grade curricular sem as mudanças propostas pela Prefeitura que, além da retirada da disciplina de filosofia dos currículos, aumenta carga horária de Português e Matemática do primeiro ao nono ano, estabelece oferta obrigatória de Ensino Religioso e diminui os períodos de História e Geografia.

Leia mais no Correio do Povo