Porto Alegre, quinta, 02 de dezembro de 2021
img

Relatório final da CPI vai excluir crimes de homicídio e genocídio contra Bolsonaro, diz presidente da comissão; O Globo

Detalhes Notícia
Senadores também definiram que um dos crimes atribuídos a Flávio Bolsonaro, o de advocacia administrativa, seria excluído. Sessão da CPI da Covid Foto: Agência Senado

O relatório final da CPI da Covid vai excluir os crimes de homicídio e genocídio atribuídos ao presidente Jair Bolsonaro. A informação foi anunciada na noite desta terça-feira pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), que discutiu com os senadores do grupo conhecido como G7 os últimos detalhes do texto a ser apresentado hoje. Outros senadores, incluindo o relator Renan Calheiros (MDB-AL), também confirmaram as alterações. No lugar de genocídio, os parlamentares decidiram usar o termo crime contra a humanidade.

Ainda ficou decidido retirar a acusação de advocacia administrativa contra o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), mas deve ser mantida a acusação de disseminar notícias falsas durante a pandemia, tipificando “incitação ao crime”. Nesta quarta-feira será lido o relatório do senador Renan Calheiros, que deve ser votado na próxima terça.

Leia mais em O Globo