Porto Alegre, domingo, 14 de agosto de 2022
img

Comissão do PSDB decide que 92 filiados de SP sob suspeita não poderão participar de prévias

Detalhes Notícia
Diretório paulista é acusado de fraudar datas de filiação de prefeitos e vices do estado. Gov. Estado de São Paulo, Lucas Seixas/Folhapress, Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

 

 

A comissão para prévias do PSDB decidiu nesta segunda-feira (1º) que nenhum dos 92 prefeitos e vices de São Paulo que estão no centro de acusação de suposta fraude do diretório paulista poderá participar do processo de seleção do candidato presidencial da sigla.

Diretórios do PSDB de Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia e Ceará, que atualmente apoiam a candidatura de Eduardo Leite, protocolaram a denúncia em que acusam o diretório paulista, comandado por aliados de João Doria, de fraudar as datas de filiações desses prefeitos e vice-prefeitos.

De acordo com a decisão da comissão partidária, eles devem ser excluídos da lista de eleitores das prévias, marcadas para 21 de novembro.

Leia mais na Folha de São Paulo