Porto Alegre, sexta, 03 de dezembro de 2021
img

Venezuela chega às eleições regionais como o país mais pobre da América Latina; El País

Detalhes Notícia
De acordo com estimativas do Fundo Monetário Internacional, o país sul-americano terminará este ano com um PIB per capita inferior à Nicaráguaeao Haiti, países que no ano passado eram os mais pobres da região. Um homem caminha ao lado de um mural sobre o falecido presidente venezuelano Hugo Chávez, em 8 de novembro de 2021 em Caracas, Venezuela. MIGUEL GUTIÉRREZ (EFE)

 

 

É uma posição que país algum quer ter. De acordo com estimativas do Produto Interno Bruto (PIB) per capita publicadas recentemente pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), neste ano a Venezuela ficará abaixo do Haiti como país mais pobre do hemisfério ocidental. É nesse contexto que o país chega às suas eleições regionais no domingo, atravessando uma devastadora crise econômica e humanitária.

Em 2012, o PIB per capita da Venezuela era de 11.993 dólares (66.000 reais); nove anos depois, esse valor diminuiu para 1.627 dólares (9.000 reais), de acordo com os dados do FMI. Para um observador, vendo de fora do país, os números são impressionantes, mas para Jesús Casique, economista venezuelano em Caracas, a queda não é “nem um pouco espantosa”, afirma. “Em um país em que o Produto Interno Bruto acumulado em sete anos caiu 81,8%, obviamente o cálculo per capita também reflete a situação”.

Leia mais em El País