Porto Alegre, terça, 24 de maio de 2022
img

Desenvolvedora de app que tumultuou prévias do PSDB é fundação pública; Metrópoles

Detalhes Notícia
Faurgs é ligada à Universidade Federal do Rio Grande do Sul e foi responsável pela criação do aplicativo que apresentou falhas técnicas. Hugo Barreto/Metrópoles

 

 

O aplicativo que apresentou problemas e impediu filiados do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de votar, neste domingo (21/11), foi desenvolvido pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs). A informação foi confirmada pelo Metrópoles com integrantes do partido.

De acordo com tucanos, a escolha de uma fundação pública trata-se de imposição por limitações do uso do fundo partidário tucano, motivo o qual impediu a contratação de uma empresa privada especializada em desenvolvimento de sistemas.

Segundo o colunista Guilherme Amado, do Metrópoles, o sistema custou R$ 1,25 milhão.

Leia mais em Metrópoles