Porto Alegre, terça, 30 de novembro de 2021
img

Valdemar Costa Neto promete a Bolsonaro romper acordos com Doria e ACM Neto; O Globo

Detalhes Notícia
Em reunião no Planalto que aparou últimas arestas para filiação do presidente ao PL, chefe do partido garantiu que vai desfazer compromissos assumidos nos estados. Valdemar Costa Neto com a executiva do PL para decidir a filiação de Jair Bolsonaro ao partido Foto: CRISTIANO MARIZ / Agência O Globo

 

 

Na reunião que selou o compromisso para a entrada de Jair Bolsonaro no PL, o presidente do partido, Valdemar Costa Neto, descumpriu o primeiro mandamento do Centrão — nunca quebrar um acordo — e deu a palavra a Bolsonaro de que deixaria na mão dois aliados: João Doria em São Paulo e ACM Neto na Bahia.

O encontro ocorreu na tarde de terça-feira no Palácio do Planalto. Em seguida, o PL anunciou que a cerimônia de filiação ocorrerá no dia 30. Bolsonaro pediu que o evento fosse discreto, sem exuberância.

Para Doria, Valdemar havia prometido apoiar a campanha de Rodrigo Garcia (PSDB), seu vice-governador que deve concorrer ao governo do estado. Na Assembleia Legislativa, o PL é aliado dos tucanos. Em troca de sua filiação, Bolsonaro pediu que seu novo partido não fizesse qualquer gesto de apoio ao candidato do PSDB em 2022.

Leia mais em O Globo