Porto Alegre, segunda, 24 de janeiro de 2022
img

Porto Alegre: Restaurantes distribuem almoço às famílias das vítimas da Boate Kiss

Detalhes Notícia
Restaurantes associados ao Sindicato se reuniram para garantir alimentação de familiares que acompanham o júri em Porto Alegre.

 

Desde que iniciou o júri da Boate Kiss em Porto Alegre, restaurantes associados ao Sindicato de Hospedagem de Alimentação de Poa e Região se uniram para que as famílias das vítimas tenham almoço garantido durante os dias em que estiverem na Capital gaúcha. Participam da iniciativa os restaurantes Press Café, Poa Parrilla, Petiskeira, Mc Donald´s, Ratskeller Baumbach, Outback Steakhouse, Mulebule Coffee & CO, Casa Di Paolo e Pizza Hut. Serão 90 almoços fornecidos diariamente pelos associados.

O Presidente do Sindha, Henry Chmelnitsky, reforça que a entidade representa os hoteleiros e restauranteiros de Porto Alegre e Região, mas tem também um papel importante e de representatividade com toda a sociedade. “Nossa entidade tem muito mais do que um compromisso com a categoria, mas sim uma responsabilidade social. Por trás de cada negócio existe alguém para fazer dar certo, existem famílias, que também se colocam no lugar dessas pessoas que perderam um ente querido e precisam passar por essa situação. Por isso, o papel do Sindha nesse momento é proporcionar um pouco de alento aos familiares através do fornecimento dos almoços”, destaca Chmelnitsky.

O prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom, define a iniciativa com uma palavra: acolhimento. “Esse gesto do Sindha, de mobilizar os restaurantes para fornecer os almoços, é um gesto muito lindo e sentimos muita gratidão. Mas a palavra chave é acolhimento, é assim que essas famílias se sentem com esse gesto. É a empatia de se colocar no lugar do outro e entender o que esses pais estão passando”, salienta o prefeito Pozzobom.

A logística ficará a cargo da Prefeitura de Porto Alegre, que irá se encarregar de buscar os almoços nos restaurantes já estabelecidos e levar até às famílias. A previsão é que o júri tenha duração de 10 dias. Caso se estenda, o Sindha continuará fornecendo as refeições para as famílias.