Porto Alegre, segunda, 17 de janeiro de 2022
img

Afastamento de militares de Bolsonaro é sinalização a Lula; Folha de São Paulo

Detalhes Notícia
Episódios no Exército e na Marinha tentam contornar falta de interlocução atual com petista. Paulo Sérgio, Braga Netto e Bolsonaro durante o polêmico desfile de blindados da Marinha que visou intimidar o Congresso no dia da votação acerca do voto impresso, sem sucesso - Evaristo Sá - 10.ago.2021/AFP

 

 

Os recentes episódios em que as Forças Armadas demonstraram distanciamento do governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PL) são ao mesmo tempo sinalização de posição e aceno a outros candidatos na disputa presidencial, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente.

Segundo a Folha ouviu de oficiais-generais das três Forças, apesar de a interlocução com o petista ser basicamente inexistente neste momento, os eventos falariam por si e serviriam para tirar o bode de um golpe militar contra Lula em caso de vitória em outubro.

Leia mais na Folha de São Paulo