Porto Alegre, quarta, 25 de maio de 2022
img

Produção de caqui ganha destaque em Campestre da Serra; Jornal do Comércio

Detalhes Notícia
Com quase 100 produtores, fruta é uma das protagonistas do município, apesar de possível queda na colheita /ALDOIR SANTOS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

 

 

Os produtores de Campestre da Serra estão chegando na metade do período de colheita do caqui. A safra deste ano deverá ser menor do que a anterior, porém, a fruta apresenta mais qualidade. A redução de volume varia entre 25% a 35%.

De acordo com a secretaria da Agricultura, a estimativa é que sejam colhidas em torno de quatro mil toneladas, com destaque para as variedades Kyoto e Fuyu. No município são em torno de 95 produtores que cultivam caqui em 200 hectares. A maioria está na região da Serra do Meio.

Na capela Nossa Senhora das Graças encontra-se a Associação dos Produtores de Hortifrutigranjeiros de Campestre da Serra. A Aprocamp foi fundada em 2004, e possui 12 famílias associadas. O presidente Geromildo Castagna destaca, no entanto, que o número de famílias envolvidas de alguma forma na produção de frutas chega a 20. A associação possui um espaço com quatro câmaras frigoríficas para frutas, destinadas ao armazenamento em atmosfera controlada.

Leia mais no Jornal do Comércio