Porto Alegre, terça, 28 de junho de 2022
img

Bolsonaro sinaliza que pretende interferir na Petrobras; Correio Braziliense

Detalhes Notícia
"Espero que, com as mudanças no MME consigamos mexer com a Petrobras e fazer com que ela cumpra o dispositivo de fim social", afirma presidente Jair Bolsonaro, em evento em São Paulo. (crédito: Sergio Lima/AFP)

 

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sinalizou que pretende interferir na Petrobras, obrigando a empresa abrir mão de parte do lucro para evitar repasses muito elevados de reajustes, decorrentes da atual política de preços internacionais da estatal.

Bolsonaro citou as trocas de comando na Petrobras, no mês passado, e no Ministério de Minas e Energia (MME), nesta semana, e criticou novamente o lucro da estatal, de mais de R$ 45 bilhões no primeiro trimestre deste ano. “Espero que, com as mudanças no MME consigamos mexer com a Petrobras e fazer com que ela cumpra o dispositivo de fim social da empresa”, afirmou Bolsonaro, na noite desta sexta-feira (13/2), durante a Cerimônia de Abertura da 56ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, em Campos do Jordão (SP).

“Não podemos ter uma empresa que tem lucro de 30% enquanto a maioria (das petrolíferas globais) tem lucro de 15%, no máximo. As outras abriram mão (do lucro) para ajudar seus países. A Petrobras não pode ser indiferente a tudo isso”, afirmou.

Leia mais em Correio Braziliense