Porto Alegre, domingo, 14 de agosto de 2022
img

Em Londres, conservadores começam a votar para definir sucessor de Boris Johnson; RFI

Detalhes Notícia
Liz Truss, à direita, e Rishi Sunak, à esquerda, são os dois finalistas da corrida presidencial do Partido Conservador do Reino Unido. Espera-se que o vencedor seja designado primeiro-ministro no início de setembro de 2022. © Reuters - Montage RFI

 

 

Os membros do Partido Conservador britânico começam a votar nesta semana para definir seu novo líder e sucessor do primeiro-ministro Boris Johnson. A ministra das Relações Exteriores, Liz Truss, é considerada favorita à frente de Rishi Sunak, ex-ministro das Finanças. Truss lançou sua campanha com uma proposta de cortes de impostos em larga escala que ganha cada vez mais adeptos.

Os membros do partido que está no poder há 12 anos – cujo número exato é confidencial, mas que se estima em cerca de 200 mil (equivalente a 0,3% da população) – têm até 2 de setembro para votar. Até o final desta semana, os partidários devem receber suas cédulas. Trata-se de um corpo eleitoral composto majoritariamente por homens, brancos e de idade mais avançada.

A votação pode ser feita pelo correio ou digital e o vencedor, anunciado em 5 de setembro, se tornará o novo líder conservador e, automaticamente, o novo primeiro-ministro.

A favorita agora é a secretária de Relações Exteriores Liz Truss. O ex-ministro das Finanças Rishi Sunak ganhou todos os cinco votos nas rodadas anteriores em que os deputados do partido votaram. Mas entre os militantes, Truss é a favorita. A última pesquisa aponta que ele está 24 pontos à frente de Sunak.

Até o dia 31 de agosto, serão realizados 12 debates presenciais em todo o país, alguns televisionados. Truss está baseando sua candidatura em um corte de impostos, na continuação do Brexit que Johnson iniciou e se apresentando como a nova Margaret Thatcher.

Leia mais em RFI