Lamachia convoca Conselho da OAB. Ordem deve embarcar na campanha pró-impeachment de Dilma

Lamachia convoca Conselho da OAB. Ordem deve embarcar na campanha pró-impeachment de Dilma

Direito Economia Notícias Poder Política

O presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia, convocou sessão extraordinária do Conselho Federal da Ordem para esta 6ª feira. O motivo são os fatos gravíssimos desta 4ª feira. São 81 conselheiros federais, 3 representantes por Estado, que representam 1 milhão de advogados. Na pauta, como a Ordem dos Advogados do Brasil vai se posicionar sobre o momento político brasileiro. Mesmo com um perfil de centro esquerda de boa parte do Conselho, quem conhece a Ordem tem convicção em afirmar que a decisão será de embarcar em uma campanha pró-impeachment de Dilma. A OAB junto com ABI e UNE  foram os principais pilares da sociedade civil na campanha do impeachment de Collor.

Dado Bier presidirá Conselho de Administração do Hospital Moinhos de Vento

Dado Bier presidirá Conselho de Administração do Hospital Moinhos de Vento

Negócios Notícias Saúde

O empresário Eduardo Bier Corrêa (Dado Bier), assumirá em março, a presidência do Conselho de Administração da Associação Hospitalar Moinhos de Vento. Ele substituirá José Adroaldo Oppermann no comando do colegiado formado por cinco associados a quem cabe traçar as diretrizes estratégicas para a Instituição. Segundo Dado, o Conselho que é responsável pela indicação do Superintendente Executivo, já definiu que Fernando Andreatta Torelly, será mantido na superintendência-executiva do Hospital Moinhos de Vento.

Entre as metas do Hospital Moinhos de Vento está a conclusão do novo Centro de Oncologia, o mais moderno do Sul do país e um dos principais centros de referência no tratamento do câncer. O núcleo, que entrará em funcionamento a partir de março de 2016, será o primeiro a oferecer a tecnologia TrueBeam, equipamento desenvolvido para tratar tumores com grande precisão e rapidez, com radioterapia e radiocirurgia avançadas guiadas por imagem. Com o investimento estimado em mais de R$ 30 milhões, o Hospital vai disponibilizar os melhores recursos médico-assistenciais e tecnológicos para o diagnóstico e tratamento da doença.

A nova unidade contará com o apoio do Instituto Ling, que há mais de 20 anos contribui na transformação da sociedade brasileira e colabora com a melhoria da qualidade de vida tanto em áreas como educação, cultura e agora em saúde. A homenagem à Lydia Wong Ling para o novo centro de oncologia é um reconhecimento ao trabalho voluntário da matriarca da família ao longo de mais de três décadas, especialmente na Liga Feminina de Combate ao Câncer no Rio Grande do Sul.

Outro objetivo é o término do novo prédio que atenderá 100 pacientes por convênios e particulares. A nova unidade que está em construção será dividida em Internação, Centro de Terapia Intensiva Adulta e Centro de Terapia Hematológica (especializado no tratamento de doenças oncohematológicas). A construção de oito andares e com área total construída de 9.300 m² gera 500 empregos e beneficiará três mil pacientes por ano. A previsão é de que a obra localizada na Rua Dr. Vale seja concluída até a metade de 2017.

 

Mudanças na RBS! Nelson deixa funções executivas

Mudanças na RBS! Nelson deixa funções executivas

Comunicação Negócios Notícias

Nelson Sirotsky está deixando suas funções executivas de Presidente do Conselho da RBS e do Comitê Editorial da Rede Brasil Sul. Duda Melzer assumirá acumulará a função de presidente do Conselho. Marcelo Rech está sendo promovido a VP editorial. Cláudio Toigo deixa de ser o homem das finanças para ser o CEO do Grupo.

O grupo publicou a seguinte nota sobre as mudanças em sua página:

Em comunicado enviado na tarde desta segunda-feira (14/12) aos colaboradores do Grupo RBS, a empresa anunciou mudanças relevantes na sua estrutura organizacional e em sua governança, que passam a valer a partir de 1º de janeiro de 2016. O assunto foi tema do encontro que reuniu lideranças da empresa durante a tarde.

O atual presidente do Conselho de Administração do Grupo RBS, Nelson Sirotsky, após completar 45 anos de atuação executiva na empresa, decidiu continuar contribuindo com a RBS como membro do conselho e em questões editoriais e institucionais, mas sem funções executivas.

Para ocupar seu lugar na presidência do Conselho de Administração, Nelson indicou o atual presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, que foi aprovado pelo conselho e, então, passará a acumular a presidência do Grupo RBS com a presidência do Conselho de Administração.

– Vivemos uma época de profundas transformações, desafios e oportunidades. Precisamos de uma governança que dê condições para o cumprimento de nossos objetivos. Neste sentido, teremos um conselho integrado por profissionais que são referências em nossas áreas de maior relevância: jornalismo e entretenimento, mercado, pessoas, gestão e operações. Vou acompanhar a estratégia, a cultura da organização e as pessoas. Serei um garantidor do nosso propósito e dos valores da nossa família – disse Eduardo Sirotsky Melzer.

Com esse movimento, foi criada a posição de Presidente Executivo – CEO para as operações de mídia do Grupo RBS, cargo que será ocupado pelo atual vice-presidente de Finanças, Claudio Toigo Filho. Ele assume com a missão de dar continuidade e fortalecer o trabalho que vem sendo feito em televisão, rádio e jornal em cinco frentes estratégicas: conteúdo, mercado, eficiência, comunicação e pessoas. Formado em Administração de Empresas, com MBA pela University of Southern California e cursos na London Business School e no Jim Collins Lab, Toigo foi escolhido por Eduardo e aprovado por unanimidade no Conselho de Acionistas e de Administração.

Ao longo de sua trajetória de mais de 20 anos na RBS, iniciada em 1994 como trainee, sempre demonstrou enorme capacidade de realização e liderança, respeito pelo público, pelo mercado e pelas pessoas e um profundo conhecimento da empresa. Toigo liderou a área de Rádios da RBS entre 2004 e 2008 e também dirigiu as operações de TV do grupo durante dois anos, antes de tornar-se Vice-presidente de Finanças.

– É uma grande honra para mim assumir uma posição tão relevante em uma das empresas de mídia mais importantes do país. Tenho compromisso com o nosso propósito, que é o nosso grande diferencial competitivo e o que vai nos orientar, como empresa, para nos mantermos relevantes neste mercado em constante mudança – disse Claudio Toigo Filho.

Como CEO, Toigo continuará se reportando a Eduardo Sirotsky Melzer, ao lado de Fabio Bruggioni, CEO da e.Bricks, empresa de desenvolvimento de negócios digitais da RBS, e de Luciana Antonini Ribeiro, diretora de Estratégia.

Outra decisão importante é a criação da Vice-Presidência Editorial, que será ocupada pelo jornalista Marcelo Rech. Marcelo reportará a Toigo e terá o papel de garantir as condições para a prática de um jornalismo que informe, inspire e transforme e faça diferença na vida das pessoas. Marcelo, que recentemente assumiu como presidente do Fórum Mundial de Editores, ligado à Associação Mundial de Jornais (WAN-Ifra), também assume a liderança do Comitê Editorial da RBS.

 

 

Conselho facilita escolha de relator aliado de Cunha. Presidente da Câmara deve antecipar defesa

Conselho facilita escolha de relator aliado de Cunha. Presidente da Câmara deve antecipar defesa

Notícias Poder Política

Uma decisão do Conselho de Ética ampliou a possibilidade de aliados de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ocuparem a relatoria do processo por quebra de decoro parlamentar. O procedimento, que será instaurado hoje, poderá levar à cassação do mandato do presidente da Câmara. Cunha é acusado de ter mentido à CPI da Petrobrás ao negar ter contas no exterior. Ontem, o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA), definiu como será a escolha do relator do caso. Havia uma dúvida sobre quais partidos poderiam participar do sorteio. Pelo Código de Ética da Câmara, não podem assumir a relatoria deputados do bloco partidário do acusado. Araújo decidiu que os únicos partidos do bloco de apoio a Cunha são o PMDB e o PEN. Deputados de outros 11 partidos foram liberados para concorrer à vaga de relator. “Vai valer o bloco atual. O inicial acabou, eles desmancharam”, disse Araújo. A decisão amplia a probabilidade de aliados de Cunha serem sorteados. A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Presidente da Câmara deve antecipar defesa

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) cogita antecipar sua defesa e comparecer voluntariamente ao Conselho de Ética até a próxima semana, apurou o Estado. A ideia é desconstruir a acusação de que mantinha contas na Suíça com recursos provenientes de corrupção na Petrobrás. Segundo líderes partidários, ele dirá que as aplicações são anteriores às irregularidades na estatal. Cunha negou ter falado com quem quer que fosse sobre o assunto. A reportagem completa está em O Estado de São Paulo. (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)