Jovem de 23 anos é assassinada em frente à família durante assalto na zona Sul de Porto Alegre. Em vídeo vizinho relata assalto que terminou com morte de jovem na Capital; do Correio do Povo

Jovem de 23 anos é assassinada em frente à família durante assalto na zona Sul de Porto Alegre. Em vídeo vizinho relata assalto que terminou com morte de jovem na Capital; do Correio do Povo

Entrevistas Notícias Segurança Vídeo

 

A jovem Sara Tótaro, morta em frente à família durante um assalto no bairro Cavalhada, em Porto Alegre, recebeu os primeiros socorros da mãe, que é anestesista aposentada. O vizinho Elivando Gritti presenciou a tentativa de reanimar a estudante de 23 anos e contou que ajudou no transporte até o Posto da Vila Cruzeiro, na zona Sul da Capital.

thumb.aspx
Família foi abordada quando chegava em casa, no bairro Cavalhada | Foto: Guilherme Testa

“O assalto ocorreu às 21h45min, depois dos pais buscarem a Sara na faculdade. Eles estavam chegando em casa e, como o portão da casa não é automático, o pai saiu do carro para abri-lo. Os bandidos chegaram, abordaram e atiraram na guria”, disse em entrevista ao Correio do Povo nesta sexta-feira. “A mãe dela é médica e até fez os primeiros socorros”, acrescentou.

Gritti relatou que, logo após o assalto, os moradores da rua Gaurama, no Parque Madepinho, tentaram contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e com a Brigada Militar (BM), mas não conseguiram. “Como o carro permaneceu em frente ao portão e estava com o motor ligado, eu peguei a direção e levamos a Sara até o Posto da Vila Cruzeiro”, explicou.

A família Tótaro estava em um Volkswagen Up no momento do assalto. A mãe de Sara foi retirada à força do carro e, depois disso, houve o disparo que atingiu o abdômen da universitária, que estava sentada no banco traseiro do carro. Os suspeitos fugiram sem levar nada e até o momento não há informações sobre a autoria crime.