Porto Alegre: Alunos do Colégio realizam manifestações contra e a favor da eleição de Bolsonaro. Veja os vídeos

Porto Alegre: Alunos do Colégio realizam manifestações contra e a favor da eleição de Bolsonaro. Veja os vídeos

Agenda Cidade Destaque Educação Eleições 2018 Política Porto Alegre Prédio Vídeo

 

 

Os alunos do Colégio Rosário, um dos mais tradicionais de Porto Alegre, realizaram nesta segunda-feira uma série de manifestações contra e a favor da eleição de Jair Bolsonaro, como novo presidente do Brasil. Durante a manhã, um grupo de alunos de alunos ligados ao GER -Grêmio Estudantil Rosariense-,  com a participação de vários professores e monitores do colégio, se manifestaram contra o presidente eleito. Durante algum tempo ocuparam o pátio central do Colégio e  gritaram “Seremos a resistência!”.

Imediatamente, ao que parece de forma espontânea, estudantes favoráveis ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, responderam de vários lugares no entorno. A maioria deles com canções e gritos de apoio ao futuro ocupante do Palácio do Planalto.  Esse grupo de alunos promete uma manifestação organizada para esta terça-feira, dia 30/10, em apoio à democracia.

A diretoria do Colégio Rosário divulgou uma nota onde trata do assunto:

 

45000665_906409652887914_736807034107723776_n

Estudantes de 20 cursos ocupam prédios da UFRGS. Ocupantes acreditam que mobilização possa ser ampliada nos próximos dias

Estudantes de 20 cursos ocupam prédios da UFRGS. Ocupantes acreditam que mobilização possa ser ampliada nos próximos dias

Destaque Educação Poder Política Porto Alegre

Subiu para 20 o número de cursos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) que aderiram ao movimento de ocupação de prédios de instituições federais em protesto contra medidas do governo federal. Segundo a página Ocupa Tudo Brasil em uma rede social, o último curso a se engajar no manifesto foi o de Políticas Públicas.

Conforme a página, ontem à tarde, os prédios no Campus do Vale, no Campus Centro e no Campus Saúde passaram a ser ocupados. Anteriormente, já haviam sido ocupados o Campus do litoral Norte, onde são ministrados cursos como Biologia Marinha, Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia e Licenciatura em Educação do Campo: Ciências da Natureza, e dois prédios da Ufrgs em Porto Alegre: a Faculdade de Educação (Faced) e a Faculdade de Letras.

Os estudantes fazem pressão contra a PEC 241, que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos, contra a reforma do ensino médio e, em âmbito estadual, contra o projeto apelidado de “Escola Sem Partido”.

De acordo com os alunos, nos locais onde há ocupação, são ministradas aulas coletivas e debates sobre os temas propostos pelos estudantes. Nesta semana, devem acontecer outras assembleias e reuniões de cursos. Os ocupantes acreditam que a mobilização possa ser ampliada, atingindo outros cursos.

Confira a lista de cursos ocupados, informada na rede social:

1. Letras
2. Biologia Marinha
3. Bacharelado Interdisciplinar
4. Educação no Campo
5. Pedagogia
6. Filosofia
7. Ciências Sociais
8. História
9. Arquitetura
10. Design
11. Psicologia
12. Fonoaudiologia
13. Serviço Social
14. Jornalismo
15. Publicidade
16. Relações Públicas
17. Biblioteconomia
18. Museologia
19. Arquivologia
20. Políticas Públicas                                                 (Guilherme Kepler/Rádio Guaíba)

Liberdade de Imprensa: “Me identifiquei várias vezes”, relata jornalista preso durante cobertura de ocupação. Matheus Chaparini diz que estava com duas credenciais profissionais que foram retiradas dele

Comunicação Entrevistas Notícias Opinião Poder Política Vídeo

 

Conversei hoje no Agora/Rádio Guaíba, com o jornalista Matheus Chaparini, do Jornal Já, preso nessa quarta-feira (15) enquanto cobria a desocupação do prédio invadido da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), no Centro de Porto Alegre. Na entrevista ele garantiu que se identificou diversas vezes tanto aos agentes da Brigada Militar, quanto aos estudantes da atividade de reportagem que realizava no local. O repórter explicou que conseguiu ingressar no prédio ocupado próximo das 9h, junto com o cineasta Kevin Darc que captava imagens para um documentário, um pouco antes do efetivo da BM ingressar na Fazenda.

Segundo Chaparini, além de se identificar profissionalmente, o jornalista garantiu à polícia que não fazia parte do movimento dos estudantes. Mas, mesmo assim, segundo ele, a polícia alegou que o repórter deveria ser preso também pelo fato de estar no local.

Após a prisão, Chaparini, Kevin e demais detidos, maiores e menores de idade, foram deslocados para o Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca), para transferir os menores; depois, seguiram para a 3ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), para o Palácio da Polícia para o exame de corpo de delito; depois retornaram à 3ª DPPA, onde aguardaram por bastante tempo, até serem conduzidos à Penitenciária Feminina Madre Pelletier e, depois, ao Presídio Central, algemados.

Chaparini foi indiciado por seis crimes: dano ao patrimônio, esbulho possessório (invasão de terreno ou edifício alheio com violência), desacato, resistência à prisão, organização criminosa e corrupção de menores.

 

Estudantes da rede estadual invadem a Assembleia para pedir retirada de projeto de lei. Grupo pretende ficar no local por tempo indeterminado

Estudantes da rede estadual invadem a Assembleia para pedir retirada de projeto de lei. Grupo pretende ficar no local por tempo indeterminado

Cidade Comportamento Direito Educação Notícias Poder Política Prédio Segurança

Cerca de 50 estudantes que fazem parte das ocupações de escolas invadiram, na tarde de hoje, o saguão de entrada da Assembleia Legislativa, no Centro da Capital. O grupo exige a retirada de pauta do PL 44/2016, que deve ser votado amanhã na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A matéria pode ampliar a interferência da iniciativa privada em serviços públicos.

Funcionários das escolas e professores também fazem parte da manifestação. Seguranças da AL não agiram para retirar o grupo até o momento. Segundo a assessoria da presidência da Casa, os manifestantes não pediram audiência com a deputada Silvana Covatti.

O grupo fazia concentração em frente ao Palácio Piratini, desde as 14h, e previa, de início, fazer uma vigília na Praça da Matriz. Apesar de terem recebido a visita do secretário da Educação do Estado, Luís Alcoba, nessa manhã, em mais uma tentativa de negociação, representantes da ocupação do Colégio Protásio Alves reforçaram a decisão conjunta de resistir. Alcoba argumentou aos estudantes que há possibilidade de emendas no PL  44 para que a proposta não impacte o setor da educação.

Em nota do Comando Estudantil das Escolas Ocupadas, os secundaristas reconhecem alguns avanços nas propostas apresentadas pela Secretaria da Educação, como a liberação de uma verba emergencial de R$ 40 milhões para reformas, mas entendem que a oferta é insuficiente. Uma insistência dos estudantes é que o Executivo garanta, de antemão, que não vai sancionar o projeto de lei ‘Escola sem Partido’, de autoria do deputado Marcel van Hattem (PP), caso o texto seja aprovado na Assembleia Legislativa.

O movimento estudantil também lamenta que o governo tenha enviado mensagens de áudio aos pais, durante o final de semana, sugerindo que as aulas sejam retomadas normalmente nesta segunda. De acordo com o Cpers Sindicato, dez mil mensagens de telemarketing foram contratadas pelo governo com essa finalidade. (Rádio Guaíba)

Estudantes protestam em Porto Alegre para pedir “Eleições Gerais”; por Cristiano Soares/Rádio Guaíba

Estudantes protestam em Porto Alegre para pedir “Eleições Gerais”; por Cristiano Soares/Rádio Guaíba

Cidade Comportamento Direito Eleições 2016 Notícias Poder Política Porto Alegre prefeitura

Cerca de 300 estudantes de mais de 20 escolas da Capital e Região Metropolitana protestaram reivindicando eleições gerais, durante caminhada nesta quinta-feira, no Centro de Porto Alegre. O encontro organizado pelo Grêmio Estudantil da Escola Parobé reuniu os alunos na avenida Loureiro da Silva. Uma caminhada seguiu em direção ao túnel da Conceição, Mauá, Carlos Chagas, Voluntários da Pátria, Salgado Filho, descendo pela Borges de Medeiros até a Esquina Democrática, finalizando o ato.

Os alunos carregavam faixas e bandeiras com dizeres “Nem direita, nem governo, “Eleições Gerais”. A Brigada Militar e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) acompanhou a manifestação que foi pacífica.

Lei Geral da Meia-Entrada entra em vigor. Confira os documentos oficiais e como serão as mudanças no cumprimento do benefício

Lei Geral da Meia-Entrada entra em vigor. Confira os documentos oficiais e como serão as mudanças no cumprimento do benefício

Direito Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias Poder Política

A Lei Geral da Meia-Entrada (Decreto nº 8.537, de 05.10.2015, que regulamenta lei nº 12.582, de 05.08.2013 e a Lei 12.933, de 26.12.2013), que garante ao público acesso ao lazer e à cultura, limita, a partir de 1º de dezembro deste ano, meia-entrada em 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito ao benefício e os tipos de comprovações oficiais no Rio Grande do Sul:

– IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.

– ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES ou entidades filiadas. Mais informações: www.documentodoestudante.com.br

– PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.

– JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.

– JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.

– APOSENTADOS E/OU PENSIONISTAS DO INSS (que recebem até três salários mínimos) mediante apresentação de documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do RS ou outras Associações de Classe devidamente registradas ou filiadas. Válido somente para espetáculos no Teatro do Bourbon Country e Auditório Araújo Vianna.

– DOADORES REGULARES DE SANGUE mediante apresentação de documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue. São considerados doadores regulares a mulher que se submete à coleta pelo menos duas vezes ao ano, e o homem que se submete à coleta três vezes ao ano.

É importante ressaltar que o público terá acesso ao status de ingressos comercializados. Será possível acompanhar o quanto de bilhetes foi vendido com o benefício, além disso, o sistema irá bloquear automaticamente quando a cota destinada ao público de meia-entrada for atingida.

Nos shows realizados pela Opus Promoções, no Auditório Araújo Vianna, Teatro do Bourbon Country e Teatro Feevale, o público deverá apresentar o comprovante necessário no ato da compra, na retirada do ingresso e acesso no dia do espetáculo. Esta regra é única e se aplica a todas as formas atualmente praticadas de comercialização de ingressos: online, telefone, bilheterias físicas e demais canais oficiais de venda.

Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.

Lembramos que os ingressos devem ser adquiridos somente nos canais de venda oficiais. São eles:

PORTO ALEGRE

Ingresso Rápido, Call Center, Agência Brocker Turismo, Rua Coberta, Câmpus II, Universidade Feevale, Bourbon Shopping Novo Hamburgo, Bilheteria do Teatro do Bourbon Country, no Auditório Araújo Vianna, somente em dias de espetáculos, a partir das 14h.

NOVO HAMBURGO

Ingresso Rápido, Call Center, Agência Brocker Turismo, Rua Coberta (Câmpus II, Universidade Feevale), Bourbon Shopping Novo Hamburgo, Bilheteria do Teatro do Bourbon Country e no local, somente na data da apresentação, duas horas antes do espetáculo ter início.

INGRESSOS QUE JÁ FORAM COMPRADOS

Os ingressos adquiridos anteriormente à vigência da atual lei geral da meia-entrada cumprirão a legislação vigente e correspondente ao período da compra do ingresso. Sendo assim, não serão alterados valores, descontos, concessões e limitações dos bilhetes dos respectivos eventos.