Sicredi fecha Expointer 2015 dentro da meta projetada com geração de R$ 101,5 milhões

Economia Expointer Negócios Notícias Poder Política

A participação do Sistema Sicredi na 38ª Expointer foi satisfatória por ter conseguido atingir em 100% o atendimento aos associados que solicitaram crédito rural. Foram cerca de 920 pedidos orlíndicede financiamentos no valor total de R$ 101,5 milhões, com um ticket médio de R$ 110,3 mil em cada pedido, conforme resultados consolidados até às 12h45min deste domingo, dia 6 de setembro. O Sicredi esteve presente com mais de 80 colaboradores disponibilizados pelas suas cooperativas. As linhas PRONAF ligada à Agricultura Familiar foram, mais uma vez, o destaque de solicitações na feira para o Sicredi, gerando mais de 590 pedidos e fechando a cima dos R$ 37 milhões. Na sequência, as linhas do PSI também tiveram bom desempenho, angariando mais de 205  pedidos de financiamentos o que representou e geração de mais de R$ 35 milhões em protocolos. Este ano nossa participação no Programa Mais Água, do governo estadual, para irrigação nas propriedades rurais, foi mais representativa, foram 55 pedidos protocolados que somados totalizam R$ 13 milhões. E mais R$ 16,5 milhões das demais linhas disponíveis, proveniente de 70 pedidos de crédito.

 Para o presidente da Sicredi RS/SC, Orlando Müller(foto), além do crescimento e modernização do agronegócio, a geração de negócios do Sicredi na Expointer foi resultado do trabalho realizado pelas unidades de atendimento durante todo o ano. “Nosso objetivo é cada vez mais apoiar o desenvolvimento sustentável do negócio dos nossos associados E isso, na Expointer, alcançamos em 100% para nossos associados. Todos que nos procuraram conseguimos gerar, de forma adequada aos seus perfis, pedidos de crédito rural”, avaliou Müller. Além disso, o Sicredi reforçou sua tradicional participação no Pavilão da Agricultura Familiar, em parceria com a Fetag, com o deslocamento de um número maior de colaboradores para atendimento aos associados e na confecção de chapéus e coletes ofertados aos produtores.

O Sistema Sicredi também esteve presente nos tradicionais espaços de negociações da feira, com um grande estante no Setor de Máquinas e Implementos Agrícolas, e com a Casa Sicredi na área da Pecuária. Além da equipe de profissionais especializados para indicar qual o melhor produto para a necessidrade de cada associado, os espaços contaram com caixas eletrônicos próprios.

Expointer 2015: Banrisul registra volume de negócios de R$ 196 milhões

Economia Expointer Negócios Notícias Política
O Banrisul anunciou os números finais dos negócios na 38ª Expointer, em Esteio, que se encerra neste domingo (06). No total, o Banco registrou um volume de negócios no valor de R$ 196 milhões, com 441 pedidos protocolados. Entre os itens mais procurados, destacam-se os equipamentos para irrigação, com 22 pedidos de financiamento no valor de R$ 12,9 milhões, e para armazenagem, no valor de R$ 12 milhões em propostas. Também foi registrado grande procura por tratores, colheitadeiras, plantadeiras, pulverizadores e animais - com 72 propostas - entre outros bens.

Na Expointer, o Banrisul assinou o encaminhamento de financiamento de contratos para a cultura de oliveira. Os projetos são para a implantação de pomar de oliveiras em uma área de 15 hectares, em Cachoeira do Sul, e para o custeio da produção de azeitonas em uma área de 15 hectares, no município de Formigueiro.



Para os produtores rurais interessados em investir na olivicultura, o Banrisul está recebendo propostas para financiamento.



Durante a feira, ocorreu uma reunião entre representantes do Banrisul e da área agropecuária do BNDES para tratar sobre a necessidade do aumento do período de carência para a implantação da cultura da oliveira, de três para cinco anos. Foi solicitado o encaminhamento de estudo técnico, em conjunto com os demais representantes do setor, para aprovação junto ao Ministério da Agricultura.


Expointer 2015: Senar-RS atende cerca de 10 mil pessoas

Expointer 2015: Senar-RS atende cerca de 10 mil pessoas

Economia Expointer Negócios Notícias Poder Política

59463878861345_miniOs espaços do Senar-RS, espalhados pelos quatro cantos do Parque, e o número expressivo de pessoas que participaram das dinâmicas e oficinas realizadas pela entidade, foram, conforme o superintendente do Senar-RS, Gilmar Tietböhl os grandes destaques desta 38ª edição da Expointer. “Contabilizamos a presença de mais de 10 mil pessoas nos nossos estandes”, disse. Tietböhl destacou também a ampliação do espaço do Senar-RS na feira.

Entre as principais ações do Serviço Nacional, destaque para o Espaço do CAR (Cadastro Ambiental Rural), que orientou os produtores rurais sobre como efetivar seu cadastro. No Pavilhão de Ovinos e Bovinos, foram realizadas as oficinas com foco nas Boas Práticas Agropecuárias (BPA). A novidade ficou por conta do lançamento do aplicativo Fazenda Senar, para tablets e smartphones, no qual o conhecimento das boas práticas era repassado de forma lúdica. Já no Pavilhão Internacional, as Oficinas de Alimentação ensinaram ao público 25 receitas que tinham como base a soja, o milho e o trigo.

A Vitrine do Leite, por sua vez, apresentou ao público todos os passos da cadeia do produto, da propriedade rural até as prateleiras dos supermercados, passando pela indústria de distribuição. “A fiscalização no Rio Grande do Sul tem sido competente e permanente, mostrando que a cadeia é confiável”, afirmou o presidente da Comissão do Leite da entidade, Jorge Rodrigues..

O diretor-superintendente do Sebrae/RS, Derly Fialho, destacou os avanços do programa Juntos Para Competir na 39672650687255_minifeira. Nesta Expointer, passaram pelas atividades do programa 5.555 pessoas. “Nas atividades em que o JPC está centrado, gostaria de destacar os três pilares que possuem foco no produtor rural: gestão do negócio, tecnologias disponíveis para o campo e acesso ao mercado”, afirmou. O Juntos Para Competir trouxe pela primeira vez o Espaço Estufa Conceito, que mostrou as tecnologias avançadas para o cultivo de verduras e frutas, e o Espaço Energias Renováveis, que deu dicas para os produtores de como utilizar a eficiência energética no campo.

Expointer 2015: Ministro do MDA assinou operações Pronaf com associados do Sicredi

Expointer 2015: Ministro do MDA assinou operações Pronaf com associados do Sicredi

Economia Expointer Negócios Notícias Política

Na visita do ministro do desenvolvimento agrário (MDA), Patrus Ananias, a 38ª Expointer, no dia 3 de setembro, para a solenidade de abertura da 17ª Feira da Agricultura Familiar, o Sicredi foi chamado para participar de assinaturas de operações Pronaf por conta de sua importância nacional por ser o principal operador do programa no Brasil. Os associados que assinaram seus contratos de custeio representando o Sicredi foram: Fausto Regis Palavro, produtor de frutas do município de Feliz/RS, representando a Cooperativa Sicredi Pioneira RS; e Manuel João de Azambuja, produtor de soja do município de Passo do Sobrado/RS, representando a Cooperativa Sicredi Vale do Rio Pardo.

O evento de assinatura aconteceu no estande do Programa Mais Alimentos do MDA onde o ministro Patrus Ananias ressaltou que o ato foi um gesto de valorização do cooperativismo e incentivo ao fomento da agricultura familiar. “O cooperativismo de crédito é o futuro. Sou um entusiasta deste modelo que maximiza e coletiviza os recursos”, destacou ele durante a cerimônia. “Além disto, o cooperativismo prima por valores como participação democrática e solidariedade. E o Sicredi está muito bem inserido neste contexto. As assinaturas de hoje comprovam essa afirmação”, afirmou Ananias.

Para o associado Sicredi, Manuel João de Azambuja, produtor de soja no município de Passo do Sobrado, o ato de assinatura da liberação dos recursos do Pronaf representou a conquista de um trator que vai aumentar a produtividade e reduzir os custos. “Sou a quinta geração da família que se mantém no campo. Ali tenho uma perspectiva de vida. E o Sicredi é uma Instituição Financeira parceira que se preocupa com o desenvolvimento do associado”, destaca Azambuja.

Maior agente do BNDES na concessão de recursos do Pronaf, o Sicredi também é a primeira Instituição Financeira Cooperativa na liberação de recursos do crédito rural no país. “O Sicredi é um importante canal por onde o Ministério viabiliza recursos que geram tecnologia e produtividade, e estes dois fatores combinados agregam renda para o produtor rural”, destacou o delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário no Rio Grande do Sul, Marcos Regelin que, também, participou da cerimônia.

Expointer 2015: Presidente da Ocergs, Vice da Farsul e produtor rural recebem medalha Assis Brasil

Economia Expointer Notícias Poder Política

gedeão-silveira-pereiraUm ponto alto da abertura oficial da Expointer 2015 foi a entrega da medalha Assis Brasil, feita pelo Governador Sartori. entre os agraciados, o vice-presidente da Farsul, produtor rural e médico veterinário, Gedeão Pereira(foto). Gedeão é considerado produtor modelo de pecuária de corte e de grãos, com a participação de cursos na área no mundo inteiro, Pereira também tem como marca em sua história de sucesso a atuação sindical voltado ao sucesso do produtor rural, com passagens pelo sindicato rural e associação rural de Bagé. Atualmente, divide o seu tempo entre a administração da Estância Santa Maria e o trabalho na Farsul e na CNA, onde é membro da Comissão Fundiária. “Estou muito honrado por ter recebido um prêmio tão importante. Creio que este reconhecimento está atrelado ao meu trabalho em órgão sindicais com os olhos sempre voltados ao produtor rural”, afirma Pereira.

A condecoração foi instituída em 1973, em homenagem a Assis Brasil, mestre do ruralismo brasileiro, visando apoiar e estimular o desenvolvimento da atividade primária no Rio Grande do Sul. É destinada àqueles que se destacam na agricultura e pecuária. Neste ano, também foram agraciados o presidente da Ocergs, Vergílio Perius, e o agropecuarista, Antônio Bonotto.

Expointer 2015: Agronegócio é valorizado na abertura oficial

Expointer 2015: Agronegócio é valorizado na abertura oficial

Economia Expointer Negócios Poder Política

O discurso da relevância do setor do agronegócio para ajudar a superar a crise econômica do Estado e a união de diversas entidades e governo para viabilizar a realização da feira marcaram a abertura oficial da 38ª Expointer 91351088646259_minirealizada hoje (4/9). A cerimônia aconteceu na Pista Central do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O evento contou com uma maciça presença de autoridades governamentais e representantes de entidades agrícolas e federações de raças, entre elas o governador do RS, José Ivo Sartori, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e o presidente do Sistema Farsul, Carlos Sperotto(foto). O público presente na solenidade assistiu ao Desfile dos Campeões da Exposição. Em seu pronunciamento, Sperotto dirigiu-se aos manifestantes que aproveitaram a presença do governador na feira e reforçou a importância do trabalho do produtor rural: “Vocês podem ficar tranquilos, pois terão almoço garantido em casa, porque tem quem produz”. Sperotto destacou que o sucesso da Feira mostra o quão pujante é o setor. “O atual governo do Estado assumiu como herança um governo quebrado. Mas o Rio Grande do Sul está inteiro e, juntos, passaremos por essa crise”, afirmou.

35275942152277_miniA ministra Kátia Abreu (foto) elogiou Sartori em seu discurso. “Trata-se de um competente governador, sério, digno, honesto. Tenho a mais absoluta convicção de que Sartori vai superar os problemas criados ao longo de outros governos”, afirmou a ministra. Kátia aproveitou a solenidade para dar boas notícias aos produtores do Estado, como o atendimento da solicitação de fazer o zoneamento agrícola para a nova fronteira gaúcha da soja, a regulamentação da pequena agroindústria, o encaminhamento da regulamentação da cadeia produtiva do leite e a criação do laboratório Mosca Sul na Embrapa Vacaria. A ministra também fez um apelo aos bancos para não criarem dificuldades com pedidos de mais garantias para a liberação de financiamentos pra os produtores rurais. Sartori abriu sua fala agradecendo as palavras da ministra Kátia que expressam a confiança no futuro e o desejo de construir um país e uma sociedade diferentes. O governador do RS destacou a relevância do apoio de entidades rurais recebido pelo governo para viabilizar a realização da Expointer 2015 após o Parque Assis Brasil ter 70% de sua estrutura destruída no final do ano passado por um temporal. “Nunca deixamos de acreditar e hoje chegamos a uma das edições mais bonitas e mais bem organizadas da história da Expointer, com mais de R$ 735 milhões em negócios até o momento e público superior a 300 mil pessoas”, afirmou. O governador destacou a confiança que tem no potencial do agronegócio. “O setor primário já é e continuará sendo a principal aposta para o desenvolvimento do nosso Estado. A Expointer nos ensina e nos inspira. Vamos sair dessa situação financeira delicada.”

O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), Carlos Joel da Silva, destacou na solenidade que a crise econômica só não é pior porque a agricultura e a pecuária impulsionam o desenvolvimento do estado e do país. No setor da agricultura e da pecuária, não há espaço para o aumento da carga tributária.

A solenidade contou ainda com as presenças do presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins da Silva Júnior, do secretário da Agricultura, Ernani Polo, do ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edson Brum, do prefeito de Esteio, Gilmar Rinaldi, do presidente da Ocergs, Vergílio Perius, do presidente da Febrac, Eduardo Finco, e do presidente do Simers, Cláudio Bier, entre outras autoridades.

 

Expointer 2015: Ministro do TCU faz palestra sobre Governança no Agronegócio nesta quinta-feira

Expointer 2015: Ministro do TCU faz palestra sobre Governança no Agronegócio nesta quinta-feira

Direito Expointer Negócios Notícias Poder Política

O ministro do Tribunal de Contas da União, João Augusto Nardes, faz palestra sobre “Governança no Agronegócio”, promovida pela Secretaria da Agricultura e Pecuária do RS e União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE). Participam o secretário da Agricultura e Pecuária, Ernani Polo, presidente da UNALE, Sandro Locutor, deputados membros da UNALE, prefeitos, secretários de Agricultura dos demais estados brasileiros presentes à Expointer e representantes de entidades do setor agropecuário.

Quando: Quinta feira, 03 de setembro
Hora: 14h
Onde: Auditório da Administração do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Expointer 2015: Farsul promove vários encontros e atividades hoje em Esteio

Expointer 2015: Farsul promove vários encontros e atividades hoje em Esteio

Agenda Economia Expointer Negócios Notícias

10:00 – Reunião entre Missão Portuguesa e o Presidente da Farsul

Local: Espaço Juntos para Competir

15:00 – Reunião Secretaria Estadual do Turismo – Lançamento da Cartilha para Turismo Rural

Local: Auditório SENAR

16h30 – Fórum Juntos para Competir: Sucessão familiar, uma atitude empreendedora.

Local: Casa da RBS TV

17:00 – Palestra sobre “Cruzamentos em gado de corte com resultados no Brasil Central e Utilização de anticoncepcional (DIUB) em fêmeas bovinas”

Local: Auditório SENAR

17:00 – Lançamento das Feiras e Exposições de Primavera dos sindicatos do Sistema Farsul

Local: Auditório Farsul

18:00 – Apresentação “Sistema de Produção Ovina na Nova Zelândia”

Local: Espaço Juntos para Competir

Expointer 2015: Pelo 7º ano consecutivo a Unimed Porto Alegre presta serviços médicos no evento

Expointer Negócios Notícias Saúde

 

A Unimed Porto Alegre é o serviço médico oficial da 38ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários – Expointer, que acontece até a6 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. São dois ambulatórios, localizados nas quadras 36 e 04 do parque, com estrutura e equipamentos de ponta para atendimento de urgência e emergência, além de uma ambulância disponível para o transporte de pacientes quando necessário.

A equipe da Unimed contará com cerca de 30 profissionais para o atendimento e a estrutura funcionará 24h durante o evento. Em 2014 foram atendidos 517 pacientes a partir do serviço disponibilizado pela Unimed Porto Alegre. A Expointer é reconhecida como um dos maiores eventos do mundo na área da agropecuária e concentra as últimas novidades, tecnologias e tendências sobre o setor

Expointer 2015: Banco do Brasil garante que produtores rurais terão crédito para compras em Esteio e o temor de um especialista que o Plano Collor Rural se repita

Economia Entrevistas Expointer Negócios Notícias Poder Política

Entrevistei hoje durante o programa Agora/Rádio Guaíba, ao vivo da Casa da Record, na Expointer, o superintendente do Banco do Brasil/RS, Edson Bündchen e o presidente do Iejur, Ricardo Alfonsin. Entre as novidades do BB para 38ª edição da Expointer está a originação de propostas de negócios realizada diretamente pelas revendas de máquinas e enviada ao Banco pela internet através da Esteira Agro BB. Com a funcionalidade, os produtores têm a comodidade de encaminhar seu pedido de financiamento sem precisar ir ao Banco. A parceria entre o BB e as empresas revendedoras de máquinas permite a agilização na análise e contratação das operações..

Com relação ao crédito agrícola, como vem acontecendo nas últimas edições do evento, o BB não limitará os recursos disponibilizados aos produtores rurais que desejarem adquirir máquinas e equipamentos na Feira. Com amplo portfólio disponível, uma das apostas para a Expointer 2015 é o Pronamp Investimento, que este ano conta com recursos próprios da Instituição – assim como as linhas de crédito do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), da Agricultura de Baixo Carbono (ABC) e do Inovagro. “Temos recursos suficientes à disposição do produtor. O Banco investe muito na Feira porque realmente acredita no seu poder de gerar negócios”, destaca Edson Bündchen.

O presidente do Iejur, Ricardo Alfonsin falou sobre o painel coordenado por ele, que debateu em Esteio, os reflexos do Plano Collor para o agronegócio nacional. Em 1993 foi instalada uma CPMI no Congresso Nacional para apurar as razões do imenso endividamento agrícola que se verificava no período. A atividade rural tinha uma inadimplência histórica de no máximo 2% e na ocasião apresentava mais de 40%. Foram ouvidos, entre outros: os Ministros da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, e da Agricultura, José Andrade Vieira; os Presidentes do Banco Central, Pedro Malan e do Banco do Brasil, Alcir Calliari. Alfonsin, teme que isso possa voltar a acontecer. Acompanhe a conversa no link acima.