Acima de R$ 1 bilhão em vendas é o que o 20º Liquida Porto Alegre pretende movimentar em 10 dias de campanha

Acima de R$ 1 bilhão em vendas é o que o 20º Liquida Porto Alegre pretende movimentar em 10 dias de campanha

Agenda Cidade Economia Negócios Notícias Porto Alegre prefeitura Segurança Turismo

“A maior liquidação de Porto Alegre.” Este é o conceito da 20ª edição do Liquida Porto Alegre, lançada na manhã desta terça-feira, 16 de fevereiro, na CDL Porto Alegre, durante coletiva de imprensa. Pelo segundo ano consecutivo, a campanha terá a duração de dez dias, sendo realizada de 18 a 28 de fevereiro e deve somar mais de R$ 1 bilhão em vendas. “Pretendemos obter um resultado 20% superior ao do ano anterior, uma vez que os lojistas estão com mais estoques, os consumidores já estão retornando das férias e não devemos enfrentar greves de ônibus e caminhões, como tivemos no ano passado”, ponderou o presidente da CDL Porto Alegre, Alcides Debus(na foto com prefeito José Fortunati).

Furacão do Bem

“Neste ano, mais do que nunca, queremos trazer um furacão do bem e motivamos as lojas participantes a oferecerem ofertas de até 80% de desconto para os nossos clientes. Aproveitamos este momento para fazer um convite especial às lojas de material de construção e ferragem, para participarem do Liquida Porto Alegre e oferecerem descontos que ajudem o consumidor a realizar possíveis consertos e reformas que ainda se fazem necessários em tantas casas, prédios e estabelecimentos comerciais da Capital gaúcha”, acrescentou Alcides Debus.

Segundo ele, o número de lojas que aderiram formalmente à maior liquidação da cidade já é superior ao que havia no lançamento da campanha de 2015, pois o Liquida Porto Alegre 2016 conta com 2,4 mil lojas inscritas. Além disso, outra novidade desta edição é que a estratégia foi voltada para o lojista de rua, que geralmente trabalha isolado, diferentemente do lojista de shopping, que participa das liquidações oferecidas pelo próprio empreendimento de onde está sediado. Em 2015, as lojas de rua representavam 60% da adesão à campanha. Em 2016, devem ampliar esta participação para 90%.

Turistas

Neste ano, outro grande diferencial será a entrega de flyers em espanhol na fronteira da cidade de Uruguaiana, divisa com a Argentina. “A ideia é de que possamos aproveitar a vinda dos turistas argentinos, que neste verão ampliaram muito a participação aqui no estado gaúcho”, adiantou Debus. O Plaza São Rafael e o Continental Business se engajaram à campanha e darão descontos a partir de 20%. Segundo estimativas, só na primeira quinzena de janeiro, mais de 70 mil turistas argentinos cruzaram a fronteira. E também está sendo feita a divulgação do Liquida em painéis expositores no Aeroporto Internacional Salgado Filho, com a intenção de chamar à atenção de quem desembarca na Capital.

Expectativas dos consumidores

Para esta edição, a CDL Porto Alegre também realizou enquetes junto aos consumidores para saber sobre as expectativas em relação à promoção, obtendo uma amostragem de 247 consumidores. Do total, 51% respondeu que aguarda pelo Liquida Porto Alegre para fazer suas compras. “Na comparação com a população economicamente ativa da Região Metropolitana de Porto Alegre, esta proporção corresponderia a, aproximadamente, 1,2 milhão de pessoas, o que nos traz um dado muito positivo. Isso porque, este período não é de necessidade para o consumidor, como o Dia das Mães ou Pais, em que os filhos se preocupam em dar presentes. E a pesquisa demonstra que grande parte dos consumidores tem interesse em comprar no nosso Liquida Porto Alegre”, comemorou Alcides Debus.

A pesquisa ainda indicou que, do total que demonstrou interesse em comprar no Liquida, 67% eram mulheres e 33% homens. Dos entrevistados, as faixas etárias preponderantes foram de 21 a 30 anos (30%) e com mais de 50 anos (28%). Em relação aos produtos, 45% disse procurar por eletrodomésticos, 22% por roupas, calçados e acessórios e 19% por eletrônicos e celulares. Sendo que em relação aos eletrodomésticos, máquinas de lavar roupa e televisores seguem no topo da lista de desejos.

Aliás, a CDL POA também realizou outra enquete em relação à realização de sonhos de consumo com o Liquida Porto Alegre. Dos 115 entrevistados, os que responderam positivamente também mencionaram que, com o Liquida, já haviam comprado eletrodomésticos (como lavadora de roupas, micro-ondas e forno elétrico), além de roupas e calçados.

Ações de Rua

Na próxima quinta-feira, dia 18, no lançamento oficial do Liquida Porto Alegre 2016, as promotoras do evento estarão com um trio elétrico na Esquina Democrática (entre a Borges de Medeiros e a Andradas), a partir do meio-dia, distribuindo brindes e material de divulgação sobre a campanha. Depois, o caminhão de som irá circular pelo Centro Histórico da cidade, com informações sobre o Liquida. Em outras datas, o mesmo caminhão irá circular por outros bairros de Porto Alegre.

Licitação do transporte coletivo: ônibus da Capital serão bicolores e terão letreiro ampliado.Resultados da concorrência foram homologados na tarde de hoje

Licitação do transporte coletivo: ônibus da Capital serão bicolores e terão letreiro ampliado.Resultados da concorrência foram homologados na tarde de hoje

Cidade Destaque

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, homologou o resultado da licitação do transporte público, na tarde desta segunda-feira, na sede da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). No ato, a prefeitura apresentou também o novo layout dos ônibus da Capital, que passarão a ter uma cor mais homogênea e não mais o “eletrocardiograma”, utilizado desde 1994.

Os novos ônibus serão bicolores, com o cinza na parte de baixo do veículo e outra cor predominante – vermelho, azul, ocre e verde – na parte superior. Assim como é hoje, a cor vai indicar a bacia a qual a linha atende: vermelho (Norte), azul (Sul), ocre (Centro/Carris) e verde (Leste).

De acordo com o presidente da EPTC, Vanderlei Cappelari, a mudança do padrão das cores vai facilitar a identificação dos ônibus e a vida dos usuários do transporte público, evitando confusões. “Hoje o nosso ônibus é muito poluído na questão de cores. Isso ocasionava, às vezes, um problema de identificação do usuário”, afirmou.

Outra mudança significativa vai ser o aumento no letreiro da identificação das linhas. “Ampliamos o tamanho do letreiro, que foi uma demanda do orçamento participativo, com luzes leds mais visíveis, para que a visualização seja bastante distante”, ressaltou o presidente da EPTC. (Correio do Povo)

Projeto Domingo no Parque realizará nove eventos gratuitos no Auditório Araújo Vianna até junho de 2016

Projeto Domingo no Parque realizará nove eventos gratuitos no Auditório Araújo Vianna até junho de 2016

Comunicação Cultura Notícias Poder Política Publicidade

Sabe quando iniciativa privada e poder público se unem em um projeto bacana? Só pode dar coisa boa né? seguinte, hoje a convite da minha amiga Catia Tedesco, fui até o ARAÜJO VIANNA acompanhar o lançamento do projeto Domingo no Parque. Música gaúcha de qualidade e de graça resgatando uma tradição do Auditório nos anos 70. Lá encontrei um monte de gente legal prestigiando o evento: Alice Urbim, Claudinho e Preta Pereira, Marcelo Campos, Paulo Moreira, Rene Goya Filho, Roberta Amaral, Shana Müller, Vicente Nolasco e me perdoem os outros porque era muita gente. Ao contrário de um monte de “caranguejos”que andam por Porto Alegre eu sempre apoiei a “Parceria Público Privada”montada pela prefeitura para aquele Espaço cultural. O ARAÚJO tava caindo aos pedaços e a OPUS, OI e parceiros investiram ali um caminhão de dinheiro para devolver a cidade um local que da orgulho de entrar. A administração municipal tem 25% das datas a disposição dele algo como 90 dias por ano e não consegue usar todas -como nunca conseguiu no passado-. O que fizeram? Ouviram a proposta do Carlos Caramez, que fez todo um estudo de planejamento cultural e juntaram esforços. A prefeitura cedendo seus domingos, o Governo do Estado incentivando através da LIC, a OI patrocinando, a OPUS produzindo e “voilá” teremos espetáculos gratuitos em um local apropriado.

Parabéns ao prefeito José Fortunati, Sebastião Melo, Roque Jacoby que atuaram pela prefeitura e Victor Hugo que agilizou tudo na Secretaria Estadual da Cultura(os quatro estão na foto).  pessoal da Opus que se envolveu e o marketing da OI que vislumbrou uma bela oportunidade de exposição da marca. Ganha todo mundo, principalmente claro o público. Olha aí embaixo o time de artistas que vai se apresentar. Ganham os músicos e quem trabalha com produção que vão ter trabalho e poderão fazer e produzir shows para uma plateia que imagino seja sempre muito grande. Vamos aos detalhes: Estreia nesta semana em Porto Alegre o Domingo no Parque, projeto que reunirá mais de 150 artistas gaúchos no palco do Auditório Araújo Vianna em nove apresentações gratuitas realizadas entre setembro deste ano e junho de 2016. Com espetáculos promovidos uma vez por mês, sempre às 16h e nos domingos, a iniciativa terá uma programação variada com shows de diversos gêneros e espetáculos infantis, incentivando a inclusão cultural no local.

O primeiro evento acontece domingo, dia 27, às 16h, com o show Galpão Criolo Ao Vivo, que terá participação de Shana Müller, Neto Fagundes, Gaúcho da Fronteira, Joca Martins, Renato Borghetti e o tradicional grupo Tchê Garotos. Os ingressos podem ser retirados a partir de amanhã, quinta-feira, dia 24 de setembro, nas lojas Oi, e no dia da apresentação na bilheteria do Auditório Araújo Vianna, a partir das 12h (confira o serviço completo abaixo).

Em outubro, o cronograma segue com a Festa das Crianças, em que a Cia Teatro Novo apresentará a montagem infantil Pinóquio. Ainda neste ano, em novembro haverá o espetáculo Música Afro-Gaúcha, dedicado à música negra e suas manifestações de raiz no sul do país, com a presença de Tonho Crocco, Andréia Cavalheiro, Marcelo Delacroix, Kaubi Tavares, Mestre Borel, os poetas Ronald Augusto e Oliveira Silveira, os grupo Alabê Ôni e Bataclã FC e a mini-bateria dos Imperadores do Samba. Em dezembro será a vez da Tarde de Samba, Pagode e Swing, com Senzala, Novo Extima, Banda Saldanha, Louca Sedução, Sabor de Mel, Pagode do Zico, Sem Comentários, Pagode do Dorinho, Trio Ternura e puxadores de escolas de samba.

Em 2016, o projeto segue a partir de fevereiro com a Tarde do Reggae, com apresentação de Tati e Rafa, do Chimarruts; show da Império da Lã em março; Tributo a Garotos da Rua em abril, com homenagens ao grupo feitas por Bidê ou Balde, Dingo Bells, Acústicos e Valvulados, Papas da Língua, Cartolas, Replicantes, Tenente Cascavel, Tequila Baby, Identidade, Phantom Powers, Frank Jorge, Humberto Gessinger, Mutuca, Júlio Reny, Charles Master e Alemão Ronaldo. O penúltimo evento, em maio, será intitulado Cantoras Gaúchas, com Adriana Deffenti, Nalanda, Nani Medeiros, Marietti Fialho, Ana Lonardi, Loma, Izmália e Fyah Rocha. No encerramento, em junho, haverá a Tarde do Heavy Metal, com Rosa Tattooada, Zerodoze, Distraught, Scelerata, Draco e Cartel da Cevada.

Com apoio institucional da Secretaria de Estado da Cultura e da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, patrocínio exclusivo da Oi, apoio cultural da Opus Promoções e realização da Eletrola, Ray-Z Produções e Caminho do Mar Soluções Culturais, o Domingo no Parque pretende resgatar a tradição do Auditório Araújo Vianna em apresentar e evidenciar atrações culturais do Rio Grande do Sul. O projeto tem coordenação geral de Carlos Caramez e o objetivo de mostrar espetáculos de qualidade, acessíveis ao grande público e que ajudem no desenvolvimento da produção cultural do Estado.

PROGRAMAÇÃO

27 de setembro de 2015: Galpão Crioulo Ao Vivo

4 de outubro de 2015: Festa das Crianças

22 de novembro de 2015: Música Afro-Gaúcha

20 de dezembro de 2015: Tarde de Samba, Pagode e Swing

21 de fevereiro de 2016: Tarde do Reggae

13 de março de 2016: Império da Lã

17 de abril de 2016: Tributo a Garotos da Rua

8 de maio: Cantoras Gaúchas

26 de junho: Tarde do Heavy Metal

FICHA TÉCNICA

DOMINGO NO PARQUE

Prefeitura de Porto Alegre

Prefeito: José Fortunati

Vice-Prefeito: Sebastião Melo

Apoio Institucional: Secretaria de Estado da Cultura e Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre

Secretário da Cultura: Roque Jacoby

Apoio Cultural: Opus Promoções

Planejamento Cultural e Coordenação Geral: Carlos Caramez

Parceria e Realização: Eletrola, Ray-Z e Caminho do Mar Soluções Culturais

Coordenação Artística: Ray-Z

Coordenação Administrativa e Planejamento Financeiro: Alexandre Candano

Assessoria de Imprensa: Agência Cigana

Coordenação de Redes Sociais: Ângela dos Passos

Coordenação de Leis de Incentivo: Gaya Cultura e Arte

Assessoria Contábil e Tributária: Nardes Gamarra

Estúdios de Ensaios: Estúdio Gorilla

Apoio: Coca-Cola, Vento Norte Som e Luz, Batuque da Música e RBS TV

Patrocínio Exclusivo: Oi

Financiamento: Governo Federal do Rio Grande do Sul / Lei de Incentivo à Cultura

SERVIÇO

Primeiro evento do Domingo no Parque

Galpão Crioulo

Com Shana Müller, Neto Fagundes, Gaúcho da Fronteira, Joca Martins, Renato Borghetti e Tchê Garotos

Dia 27 de setembro

Domingo, às 21h

Auditório Araújo Vianna (Av. Osvaldo Aranha, 685)

www.oiaraujovianna.com.br

ENTRADA FRANCA MEDIANTE APRESENTAÇÃO DE INGRESSOS

RETIRADA DE INGRESSOS

Nas lojas Oi (a partir de quinta-feira, dia 24 de setembro)

Shopping Total (Av. Cristóvão Colombo, 545)

Andradas (Rua dos Andradas, 1432 ou 1237)

Shopping Iguatemi (Av. João Wallig, 1800)

Shopping Praia de Belas (Av. Praia de Belas, 1181)

Na bilheteria do Auditório Araújo Vianna (somente no domingo, dia 27 de setembro, a partir das 12h)

Fortunati e representantes do setor de combustíveis serão homenageados com Prêmio Coopetrol

Fortunati e representantes do setor de combustíveis serão homenageados com Prêmio Coopetrol

Economia Negócios Notícias Poder Política

Para encerrar o 18º Congresso Nacional e Latino-Americano de Revendedores de Combustíveis em grande estilo — evento que acontece entre os dias 24 e 27 de setembro, em Gramado —,  autoridades e representantes do segmento da revenda de combustíveis receberão o Prêmio Coopetrol. A homenagem é concedida àquelas autoridades e personalidades do setor que se destacam com trabalhos e atitudes em benefício da categoria. A entrega da distinção será realizada durante o Jantar de Confraternização, na noite de 26 de setembro, no Wish Serrano Resort & Convention.

Na categoria Regional, será agraciado o ex-revendedor Marcelo Gonçalves Louzada. Natural de Porto Alegre, o engenheiro mecânico foi empresário do ramo varejista de combustíveis por quase 20 anos. Também foi diretor regional e vice-presidente do Sulpetro. Entre as iniciativas de destaque no setor estão a idealização e a concretização do primeiro MBA em Gestão do Varejo de Combustíveis, desenvolvido em parceria com a Unisinos, desde 2014.

O troféu Nacional será concedido ao prefeito de Porto Alegre, José Fortunati. O político liderou, no ano passado, por intermédio da Secretaria Municipal de Turismo, o projeto para a implantação dos Pontos de Orientação e Informação Turística da Capital (Points). Durante a Copa do Mundo de 2014, revendas de combustíveis contaram com os Points durante os jogos mundiais de futebol, buscando facilitar o acesso dos visitantes às informações turísticas e a materiais de orientação na cidade, estimulando a visitação a atrativos e maior permanência do turista em Porto Alegre.

E o Prêmio Internacional será entregue ao mexicano José Angel García Elizondo, presidente da Organização Nacional de Varejistas de Petróleo (Onexpo). Atualmente, ele está à frente da Direção de Operações do Grupo Garel, fundado por seu pai, José Angel García Hernández, que é ex-presidente da Onexpo Nacional. Ele, o pai e a irmã atuam no grupo, integrando o Conselho Diretivo da empresa, que gera mais de 1.000 empregos nas 116 estações de serviços, distribuidoras, transporte e lojas de conveniências, localizadas principalmente na Zona Nordeste do México. Também foi presidente da Comissão Latino-americana de Empresários de Combustíveis (Claec).

O 18º Congresso Nacional e Latino-Americano de Revendedores de Combustíveis é uma realização do Sulpetro e da Coopetrol, em parceria com o Sindicombustíveis/PR, Sindipetro/SC, Sindipetro Serra Gaúcha, Fecombustíveis e Claec. Mais informações em www.congressorevendedor.com.br e facebook.com/congressorevendedor.

Na largada para revitalização da Orla, Fortunati diz que vai insistir com Sartori pelo uso da Força Nacional

Na largada para revitalização da Orla, Fortunati diz que vai insistir com Sartori pelo uso da Força Nacional

Cidade Cultura Direito Negócios Notícias Poder Política

O momento de insegurança em Porto Alegre ofuscou a cerimônia da Prefeitura, na manhã desta quarta-feira, para assinatura do contrato que permitirá o início da obra de revitalização da Orla do Guaíba. O prefeito José Fortunati reconheceu que, mesmo com maior estrutura e iluminação, o novo parque precisará de reforço de segurança através da Guarda Municipal. Porém, refuta a sugestão do secretário estadual de Segurança, Wantuir Jacini, de que os guardas da Prefeitura devam ser deslocados de suas funções para o policiamento de toda a cidade. Diante da elevação dos índices de violência nas últimas semanas, Fortunati garante que vai insistir diretamente com o governador José Ivo Sartori (PMDB) para que a Força Nacional de Segurança seja acionada como medida paliativa.

“A Guarda está nas escolas públicas municipais, na periferia da cidade, patrulhando unidades básicas de saúde e fazendo a ronda em alguns parques. Não temos como, hoje, disponibilizar a Guarda Municipal para o policiamento ostensivo. Eu não compreendo por que não se aceita a presença da Força Nacional de Segurança, que está disponível, sem que saia um centavo a mais do Estado, e que em 48 horas poderia estar aqui, devidamente preparada para isso”, defendeu.

O prefeito acredita que Porto Alegre viveu tempos mais violentos em 2013, devido ao temor provocado pelas jornadas de junho e o aproveitamento de criminosos. Agora, Fortunati atribui a insegurança ao parcelamento de salários e às consequentes paralisações de servidores. Para evitar que o problema se estenda como naquela época, ele reafirma que defende o aumento temporário do ICMS para permitir o pagamento integral do funcionalismo.

“A onda de violência em 2013 era maior porque durou mais tempo. Não só em relação às manifestações mas, se aproveitando das manifestações, tivemos uma onda muito forte de assaltos em Porto Alegre. Como agora, aproveita-se a “operação-padrão” dos serviços de segurança e os indicadores estão crescendo”, disse. O encontro entre o prefeito e o governador ainda não tem data marcada, já que Sartori esteve em compromissos em Brasília nos últimos dias. Ontem, apenas representantes da Secretaria de Segurança Pública do Estado e da Guarda Municipal estiveram reunidos, sem anunciar qualquer medida prática.

Prefeito José Fortunati no ato de assinatura do contrato da obra de revitalização da Orla do Guaíba.                       Fotos: Luciano Lanes / PMPA
Prefeito José Fortunati no ato de assinatura do contrato da obra de revitalização da Orla do Guaíba. Fotos: Luciano Lanes / PMPA

Até a conclusão da obra na Orla do Guaíba, prevista para até o início de 2017, o chefe do Executivo da Capital estima que a crise terá sido minimizada e a Prefeitura poderá contratar mais guardas municipais para atuação nos parques. O contrato assinado hoje, com o Consórcio Orla Mais Alegre, determina a revitalização do trecho entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias. A previsão da Procon Construções, principal empresa integrante do consórcio, é iniciar os trabalhos até o final de setembro.

O projeto do arquiteto paranaense Jaime Lerner inclui um bar com piso transparente sobre o Guaíba, um atracadouro para barcos, arquibancadas, decks, quadras esportivas e iluminação de LED permanente. A empresa atua há mais de 40 anos na Capital e foi responsável, entre outras, pela obra da Terceira Perimetral na avenida Carlos Gomes. As outras têm fases da revitalização da orla têm projetos em andamento. A Prefeitura espera lançar, nos próximos meses, a licitação do trecho próximo ao estádio Beira-Rio. (Bibiana Borba/Rádio Guaíba)

Cinco interessados no transporte coletivo de Porto Alegre

Cinco interessados no transporte coletivo de Porto Alegre

Cidade Notícias

(Atualizado às 15h45)

Foto: Felipe Vieira
Prefeito José Fortunati e vice Sebastião Melo acompanharam a abertura de envelopes no auditório da EPTC (Foto: Felipe Vieira)

Quatro consórcios e uma empresa disputarão os seis lotes da licitação do transporte coletivo da capital gaúcha. Após receber os envelopes, em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, os advogados da EPTC realizaram uma checagem dos documentos e anunciaram o nome da empresa ou consórcio interessada em participar do certame. Estão aptas a concorrer a empresa Stadbus e os Consórcios Via Leste (VAP e coligados), MOBI (Sopal e coligados), Consórcio SUL (Trevo e coligados) e por último o Consórcio Sudeste (Sudeste e coligados) . O prefeito José Fortunati acompanhou a abertura dos envelopes.

Recebidas as propostas, a EPTC tem agora dois meses para analisar se estão adequadas ao que prevê o edital. A expectativa é de que o início da prestação de serviço só ocorra em 2016.

O preço das passagens varia entre 3,2803 para uma proposta no lote 1 e R$4,2202 no lote 4. Na verdade, esses preços influirão para se saber o vencedor da licitação, mas depois eles serão recalculados para formação da tarifa social única que é administrada pela Câmara de Compensação Tarifária. O novo edital, dividido agora em seis lotes, com exploração do serviço por 20 anos, prevê, para um maior conforto da população, a ampliação gradual de ar-condicionado na frota, para não pesar no preço da tarifa. No prazo máximo de 10 anos, 100 % da frota terá ar-condicionado, sendo 25% já no primeiro ano, em todos os lotes das bacias.

A licitação define ainda como itens de qualificação do serviço a previsão de acessibilidade em toda a frota; a ocupação de, no máximo, quatro pessoas por metro quadrado, diferente dos seis usuários atuais por metro quadrado; um aumento projetado de 72 veículos na frota atual de 1.709 ônibus; e instalação de GPS em toda a frota, entre outros avanços em relação ao atendimento prestado atualmente na cidade. Serão criados, também, um Conselho de Usuários, para acompanhar todo o processo de concessão do sistema, e o Sistema de Qualidade de Serviço, para analisar, através de indicadores de desempenho, o grau de qualidade do atendimento prestado à população. O controle poderá resultar em penalizações para as empresas exploradoras do serviço, com multas revertidas para a qualificação do sistema.

Na terceira tentativa de licitar o serviço, em vez de estabelecer custos fixos aos operadores, a Prefeitura condicionou os investimentos ao retorno financeiro durante o período de exploração do transporte, de 20 anos. Embora ainda considerem a proposta da Prefeitura rígida, os operadores garantem ter condições de oferecer as melhorias exigidas, como ar condicionado imediato em 25% da frota. No prazo máximo de 10 anos, 100% da frota deve ter climatização.

O edital ainda divide o sistema em seis lotes de três bacias. Cada empresa pode assumir até dois deles. Hoje, há quatro áreas, sendo três operadas pela ATP e uma pela companhia pública Carris. Assumirão o sistema aquelas que oferecerem menor tarifa aos usuários. Depois da definição, as empresas terão seis meses para fazer os investimentos mínimos estabelecidos. Assim, a renovação da frota deve pesar no reajuste da passagem no início de 2016, quando também vai ser negociado o dissídio dos motoristas e cobradores. O valor ainda não foi estimado, mas a Prefeitura garante que há tetos para o índice de reajuste que evitarão que o custo aos usuários seja abusivo.

Ao final da entrevista, o prefeito comentou o resultado da reunião.

(Com informações da Rádio Guaíba.)