Lei da Escuta Protegida reúne conselheiros tutelares na Capital

Lei da Escuta Protegida reúne conselheiros tutelares na Capital

Agenda Comportamento Notícias Segurança

A Associação dos Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares do Rio Grande do Sul (ACONTURS) promove nesta segunda-feira (14) o 1º Seminário sobre a Lei da Escuta Protegida (13.431/2017), recentemente aprovada no Congresso e sancionada pela Presidência da República.

O evento ocorre a partir das 14h, no auditório do Pão dos Pobres (Rua da República, 801) e terá a presença da deputada federal Maria do Rosário (PT), autora do projeto que gerou a lei. Também participarão o desembargador do TJ/RS, José Antonio Daltoé Cezar, um dos idealizadores do projeto, e representações do Ministério Público, da Delegacia de Polícia para Crianças e Adolescentes (DECA) e do Centro de Referência de Apoio à Infância.

A Lei ganhou esse nome pois trata sobre a escuta especializada de crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência, objetivando que não ocorra a revitimização durante seus depoimentos.

Conheça a lei: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13431.htm

Maria do Rosário responde a ministro de Temer e diz que quem não pode se defender foram os mortos pela ditadura

Maria do Rosário responde a ministro de Temer e diz que quem não pode se defender foram os mortos pela ditadura

Direito Notícias Poder Política Segurança

Após a entrevista ao programa Agora/Rádio Guaíba, do general Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República de Michel Temer, a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) se pronunciou em sua conta pessoal no Twitter. “Quem não teve como defender-se foram Vlado (Vladimir) Herzog, Rubens Paiva e todos os torturados e mortos pela ditadura”. A parlamentar viabilizou a criação da Comissão Nacional da Verdade como ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em 2011. (Bibiana Borba/Rádio Guaíba)

 

Confira a entrevista do General Sérgio Etchegoyen, que originou o tuite da Deputada Maria do Rosário

Maria do Rosário vai ingressar com processo de calúnia contra integrante da La Banda Loka Liberal; por Vitória Famer / Rádio Guaíba

Maria do Rosário vai ingressar com processo de calúnia contra integrante da La Banda Loka Liberal; por Vitória Famer / Rádio Guaíba

Cidade Direito Direito do Consumidor Notícias Poder Política Porto Alegre Segurança

MODIFICADA ÀS 20h50

Após um integrante da “La Banda Loka Liberal” fazer um boletim de ocorrência e denunciar nas redes sociais que um assessor da deputada federal Maria do Rosário (PT) teria o ameaçado de morte no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, a parlamentar afirmou nesta manhã, por meio de nota, que vai ingressar com um processo de calúnia contra Matheus Sperry

11228031_10207477824578027_8181233141335907893_n
Matheus Sperry Pereira, na Banda Loka Liberal

Pereira(foto). O jovem, que também é filiado ao Partido Novo, afirmou à reportagem da Rádio Guaíba nesta quarta-feira que voltava de Brasília com

maria-do-rosário-2-300x196
Rosário diz que a “Banda” seguidamente promove ações de constrangimento. Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados

outros militantes da La Banda Loka Liberal, na noite de segunda-feira, quando um assessor da deputada o teria ameaçado de morte no saguão do aeroporto. Matheus que registrou queixa na Delegacia de Polícia Civil, no Aeroporto Salgado Filho, não quis revelar o nome do suposto agressor, que segundo ele foi devidamente identificado. O caso foi parar nas redes sociais, com a divulgação do boletim de ocorrência registrado por ele, sendo divulgado na página do Movimento no Facebook.
Questionada pela reportagem sobre a veracidade do fato, a deputada afirmou, através da sua assessoria, que é inverídico e que ingressará com uma ação judicial contra o integrante da  “La Banda Loka Liberal”

Por meio de nota, Maria do Rosário revelou que se trata “de uma acusação inverídica e caluniosa orquestrada pelo grupo La Banda Loka Liberal que, constantemente, promove ações de constrangimento e violência contra o nosso mandato, lideranças de esquerda e figuras públicas em geral”.

Segundo a assessoria da deputada, durante o voo de retorno para Porto Alegre, houve provocações por parte dos integrantes da banda dentro do avião e que um comissário de bordo teve que intervir pedindo para que eles cessassem as manifestações. Na nota, a parlamentar declarou que comunicou o fato à Infraero, que organizou um procedimento especial para que o desembarque ocorresse com tranquilidade.

VEJA O VÍDEO: Em ato falho, Paulo Pimenta trata Dilma como ‘ex’ (presidente). Maria do Rosário grita para auxiliar o colega, mas a oposição já comemorava o erro

Direito Notícias Poder Política

Ao pedir a palavra na comissão especial do impeachment o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) cometeu um ato falho e levou ao delírio a oposição. Pimenta saiu em defesa de Lula e, ao referir-se a Dilma, usou a expressão “ex”. “A alusão feita aqui, de maneira injuriosa, ao ex-presidente Lula e a ex…” Ao se dar conta, Pimenta parou e logo começam os gritos dos deputados de oposição. O petista nem precisou completar a frase. A bancada pró-impeachment se levantou, aplaudiu e tentou abraçar Pimenta, batizado de “o profeta”.

Na sequência a colega de partido, Mária do Rosário(PT-RS) começa a gritar desesperadamente: “Excelentíssima! Excelentíssima!” Mas, não adiantou a reação de Paulo Pimenta evidencia que ele acusou o golpe do at0-falho. Pimenta saiu do plenário após a leitura do relatório pedindo o Impeachment de Dilma, sem comentar a fala desastrada.

Grampos: Lula cita Maria do Rosário, questiona onde estão petistas de ‘grelo duro’ e pede para difamar procurador de Rondônia

Direito Notícias Poder Política

 

O ex-presidente Lula flagrado em grampos telefônicos autorizados pela justiça demonstra clara intenção de atrapalhar as investigações em curso, além de articular a difamação de seus supostos ‘opositores’.

Em conversa interceptada em 27 de fevereiro, ás 10h52, Lula em conversa com Paulo Vanuchi cita o estado de Rondônia, quando diz que vai pedir para duas senadoras do grupo politico petista, a Fatima Bezerra e a conhecida Maria do Rosário que façam um ‘movimento’ ( difamação) para cima do procurador da república Douglas Kirchner que passou pelo Estado e foi acusado de espancar a esposa por motivos religiosos.

Mas o pior estava por vir, Lula ao se referir as senadores petistas, usa de termo chulo, sem qualquer respeito pelas suas aliadas.

 

“Cadê as mulheres do grelo duro do nosso partido?”, disse Lula a Vannucchi. Confira a íntegra da conversa:

Lula: Alô

Vannucchi: Fala, chefe.

Lula: Você ficou de me dar um retorno.

Vannuchi: Então, eu avisei para ele agora e o que aconteceu é que liguei no contato e soube que ele estava na UTI, situação grave, porque é respiratória, não dá pra falar direito. Não é uma situação grave de risco de vida, é o tal do enfisema. Aí eu falei com o genro, que também é da área, conhece. Primeiro eu perguntei ao genro se ele tinha uma condição de diretamente falar com a pessoa e ele respondeu que não. Não tenho contato, tem que ser com ele mesmo. Amanhã eu vou visitá-lo. Na hora que vi o recado do Moraes pra eu ligar, eu liguei pra ele e ele falou que tá indo daqui a pouco, já leu nos jornais, já sabe do que se trata e vai perguntar para ele. Você acha que ele tem condição de nessas coisas, canudo no nariz, telefonar, eu vou ver lá, vou sentir.

Lula: Tira o canudo por 30 segundos, caralho.

Vannuchi: Então, eu vou nessa expectativa e te dou uma resposta ainda hoje.

Lula: Sabe qual é a nossa ação.

Vannuchi: Sei.

Lula: Aquele filho da puta daquele procurador antes de dar a notícia da intimação na quinta-feira para o advogado deu pra Globonews. É um filho da p*** mesmo.

Vannuchi: Ativista político, coxinha.

Lula: O problema é o seguinte, Paulinho. Nós temos que comprar essa briga. Eu sei que é difícil, sabe. Às vezes fico pensando até se o Aragão devia cumprir um papel de homem nessa porra. O Aragão parece nosso amigo, parece, parece, parece, mas tá sempre dizendo olha… sabe.

Vanucchi: É. O pessoal tá assustado.

Lula: Nós vamos pegar esse de Rondônia agora e vamos botar a Fátima Bezerra e a Maria do Rosário em cima dele.

Vannuchi: Isso mesmo.

Lula: Sabe, porque… até a Clara Ant (…) porque fica procurando o que fazer. Faz um movimento da mulher contra esse filho da puta. Porque ele batia na mulher, levava ela pro culto, deixava ela se fuder, dava chibatada nela. Cadê as mulheres de grelo duro do nosso partido?

Vanucchi: É isso aí. Sua fala foi muito boa.   (Felipe Vieira com jornais on-line)

Mantida condenação a Bolsonaro por ofensa a Maria do Rosário

Mantida condenação a Bolsonaro por ofensa a Maria do Rosário

Notícias Poder Política

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) voltou a ser condenado a indenizar a deputada Maria do Rosário (PT-RS) por ter dito que só não a estupra porque ela “não merece”. A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios informou que a 3ª Câmara Cível manteve a decisão de primeira instância, anunciada em setembro deste ano.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa do tribunal, além do pagamento de indenização no valor de R$ 10 mil, a Justiça determinou que Bolsonaro se retrate das ofensas em todas as páginas oficiais e não apenas no canal YouTube, como havia sido decidido anteriormente.

Há dois anos, Maria do Rosário havia chamado Bolsonaro de estuprador, acusando o deputado de incentivar a prática, mesmo “sem ter consciência disso”. Ele a empurrou e disse que ela era uma “vagabunda”. Em dezembro de 2014, Bolsonaro afirmou que só não estupra a deputada porque ela “não merece”. (Agência Brasil)

Manuela e Luciana lideram corrida eleitoral em Porto Alegre

Manuela e Luciana lideram corrida eleitoral em Porto Alegre

Notícias Poder Política

A pouco menos de um ano das eleições municiais de Porto Alegre, o Instituto Methodus,corrida  em parceria com o Correio do Povo, foi ouvir a opinião dos moradores da Capital sobre suas preferências eleitorais. No questionamento espontâneo, onde o eleitor cita o nome do candidato em quem gostaria de votar para prefeito sem ser estimulado com possíveis nomes, ainda temos um percentual de 63,9% que não definiram sua opção de voto. Entre os nomes mais citados estão o prefeito José Fortunati (que não poderá concorrer novamente) com 8,5%, seguido de Manuela d’Ávila com 3,4% e Olívio Dutra com 2,8% dos votos. Este número ainda alto de indecisos mostra que a eleição está em aberto e vários nomes podem chegar ao segundo turno.

No primeiro cenário estimulado, onde é apresentado ao entrevistado um disco contendo os nomes de possíveis candidatos, a deputada estadual Manuela d’Ávila (PCdoB) é a mais citada pelos entrevistados com 23,9%, seguida por Luciana Genro (PSol) com 14,5%, Vieira da Cunha (PDT) com 10,2%, Sebastião Melo (PMDB) com 8,1%, Beto Albuquerque (PSB) com 7,8%, e Nelson Marchezan Jr. (PSDB) com 6,5%. Ainda estão em dúvida 11,9% dos eleitores e declararam votar branco ou nulo 17,1%.

No segundo cenário apresentado, onde é suprimido o nome da deputada Manuela d’Ávila, Luciana Genro assume a liderança com 19% dos votos, seguida por Vieira da Cunha com 12,7%, Maria do Rosário com 10,1%, Beto Albuquerque com 9,3%, Sebastião Melo com 8,5% e Nelson Marchezan Jr. com 6,8%. Indecisos são 14,5% e branco/nulo 19,1%.

No terceiro cenário eleitoral, Luciana Genro permanece em primeiro lugar com 19,8% dos votos, seguida por Vieira da Cunha com 12,9%, Beto Albuquerque com 9,5%, Raul Pont com 9%, Sebastião Melo com 8,2% e Nelson Marchezan Jr. com 7,3%. Indecisos são 14,8% e branco/nulos ficam em 18,5%.

Quanto à rejeição, a deputada federal Maria do Rosário (PT) apresenta o maior percentual com 32,4%, seguida por Luciana Genro com 24,7%, Raul Pont (PT) com 24,6%, Manuela d’Ávila com 21,1%, Nelson Marchezan Jr. com 17%, Sebastião Melo com 16,2%, Beto Albuquerque com 13,1% e Vieira da Cunha com 10,9%.

Segundo o diretor do Instituto Methodus, Jefferson Jaques, os dados que mais chamam a atenção na pesquisa são a liderança de Manuela d’Ávila e o crescimento de Luciana Genro quando o nome de Manuela sai de cenário.