Jayme Eduardo Machado comenta decisão de Teori Zavascki autorizando inquérito contra Dilma e Lula. Ex-ministros Cardozo e Mercadante também são investigados

Entrevistas Notícias Poder Política Vídeo

Conversei hoje no Agora/Rádio Guaíba, com o ex-procurador do MPF, Jayme Eduardo Machado, ele explicou a decisão do ministro do STF Teori Zavascki autorizando abertura de inquérito para investigar a presidente afastada, Dilma Rousseff, e o ex-presidente Lula por tentativa de obstrução da Lava-Jato com a nomeação do petista para ministro da Casa Civil. Também serão investigados os ex-ministros José Eduardo Cardozo e Aloizio Mercadante, entre outros.

 

Estudantes de medicina farão avaliação nacional para receber o diploma

Estudantes de medicina farão avaliação nacional para receber o diploma

Direito Direito do Consumidor Educação Notícias Poder Política Saúde

A partir de 2106, alunos de medicina de todo o país farão avaliações nacionais a cada dois anos durante o curso. Os exames, aplicados no segundo, quarto e sexto anos, serão obrigatórios e quem não obtiver a nota mínima definida pelo Ministério da Educação (MEC) na última avaliação não vai poder obter o diploma e nem ingressar na residência médica.

A chamada Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem) está prevista no Programa Mais Médicos (Lei 12.871/2013) e em resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE). Pelas normas, o prazo para a avaliação começar a ser aplicada termina este ano. O anúncio foi feito hoje pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Segundo o Ministério da Educação (MEC), cerca de 20 mil estudantes farão a prova em 2016.

O ministro explicou que no 2º e 4º ano a avaliação vai ser apenas para que os alunos testem os conhecimentos mas, no sexto ano, um desempenho favorável na avaliação vai ser exigido para que os alunos se formem e obtenham o diploma. A média necessária para a aprovação vai ser recalculada ano a ano. Ao fim do curso, os estudantes terão mais de uma oportunidade para fazer o exame.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai aplicar a avaliação. De acordo com Mercadante, ela deve seguir os moldes do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida). (Agência Brasil)

Opinião: Quem mandou manter o aloprado?  Dilma errou e segue errando mantendo o ministro que pula de cargo em cargo na Esplanada

Opinião: Quem mandou manter o aloprado? Dilma errou e segue errando mantendo o ministro que pula de cargo em cargo na Esplanada

Direito Notícias Poder Política

Já fiz esse comentário algumas vezes. Durante toda minha vida de repórter,  pré-eleição de Lula para presidente ouvi milhares de vezes que Aloisio Mercadante seria o Ministro da Fazenda. Lula é eleito, reeleito, elege Dilma, que é reeleita e nada de Mercadante passar perto da cadeira de comandante da economia. Nisso, eles não foram tão irresponsáveis. Mercadante passa por vários cargos, sem deixar nenhuma marca positiva.  Sinceramente, não recordo de grandes fatos ligados a ele no Ministério da educação, Ciência e Tecnologia ou na Casa Civil. Pois bem, o homem que troca de cadeira conforme o ritmo da dança e não tem vergonha na cara para pegar o chapéu e pedir para ir embora … Causa hoje mais um problema para o Governo. Que finalmente deverá demiti-lo. Não há outro caminho. Quem ouve a íntegra das gravações feitas por Eduardo Marzagão, assessor de Delcídio não fica com nenhuma dúvida. O ALOPRADO atacou de novo.

índice Para quem não lembra petistas já confirmaram que o Partido forjou dossiês na eleição de 2006. O fato ficou conhecido como “Escândalo dos Aloprados”. Expedito Veloso, que estava no Hotel onde a Polícia Federal prendeu dois petistas com R$1,7 milhão, responsabiliza Mercadante. Segundo ele, o ministro Mercadante foi o estrategista que arquitetou a confecção de um dossiê com denuncias falsas contra José Serra (PSDB) nas eleições de 2006. Mesmo com depoimentos de integrantes do PT contra Mercadante, nenhuma atitude foi tomada por Lula. Ele seguiu ministro no segundo governo e foi mantido por Dilma. Estranho, muito estranho que um sujeito com tamanha acusação “sempre caia prá cima”. Ou, nem é tão estranho assim. Na verdade, o companheiro aloprado devia ser mantido por perto e para ficar calado nada melhor que um lugar na Esplanada.

O que espera a presidente Dilma para demitir Mercadante? Impossível que ela não tenha ouvido as gravações ou lido as transcrições da conversa. A menos que ela tenha autorizado ele a fazer isso. Será? Aí tem que sair junto! Dilma, que já tá enrolada com várias denuncias de corrupção ao seu redor vai esperar mais o que? Tá certo que os critérios de ética da presidente foram “alargados” nas últimas horas. Vide o convite para que Lula assuma um ministério no Palácio do Planalto. Por sinal, na minha opinião ele não assinará a posse em um ministério. Quando terminar de escrever seu nome no ato de posse, Lula estará se auto empossando para o terceiro mandato. Lula é maior que Dilma. Não vai faltar quem diga, que esse é o verdadeiro golpe. O sujeito que não concorreu ganha um governo inteiro para chamar de seu. Sim, na minha avaliação ao dar um espaço dentro de casa para o “Jararaca”, Dilma estará encerrando seu mandato faltando 2 anos e nove meses para a conclusão do período.

Mas, a dor de cabeça do dia tem CPF, endereço e responde por nome Aloizio Mercadante. Essa enxaqueca não existiria, se no momento certo Dilma tivesse tomado o remédio certo e sabendo que o sujeito é um aloprado, não tivesse dado guarida para ele no seu governo. Se tivesse vergonha na cara, o que já mostrou que não tem Mercadante já teria pedido para sair. Como não pediu tá mais que na hora de Dilma mandar o aloprado para rua.