Santa Rosa recebe hoje as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho

Santa Rosa recebe hoje as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho

Destaque Direito Economia Poder Política Trabalho
Após ter seis edições completamente lotadas em Caxias do Sul, Lajeado, Carazinho, Passo Fundo e Erechim, as Jornadas Brasileira de Relações de Trabalho recomeçam segunda-feira em Santa Rosa, região noroeste do Estado. Como palestrantes, além do ex-ministro do Trabalho e idealizador da modernização trabalhista, deputado federal Ronaldo Nogueira, os ministros do Tribunal Superior do Trabalho Gelson de Azevedo e Marcio Eurico Vitral Amaro.

No encontro, que é aberto à comunidade, a nova lei trabalhista será debatida por grandes especialistas na área, sem viés ideológico ou partidário. Nas edições anteriores, especialistas no tema como o desembargador Federal do Trabalho Amaury Rodrigues, e o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Alexandre Agra Belmonte, afirmaram que a nova lei trabalhista garantirá mais investimento, o que gerará empregos.


A reunião-jantar será às 19h no Centro de Eventos do Hotel Imigrantes na RS-344, Bairro Timbaúva, em Santa Rosa

As inscrições são gratuitas pelo site www.ibecnet.com.br e o encontro é aberto a comunidade.

Santa Rosa receberá segunda-feira debate sobre reforma trabalhista

Santa Rosa receberá segunda-feira debate sobre reforma trabalhista

Destaque Trabalho

Depois da etapa de Erechim, realizada neste sábado (30), as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho recomeçam nesta segunda (02) em Santa Rosa. O evento irá debater a modernização da legislação trabalhista de forma técnica e sem ideologia. O ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira será um dos palestrantes. “A entrada em vigor da nova lei trabalhista tornou o país no melhor ambiente de negócios da América Latina e no segundo melhor do mundo”, afirma o ex-ministro. O evento será realizado no Hotel Imigrantes, às 19h30.

Depois o evento segue para Uruguaiana (03), Bagé (04), Pelotas (05), Cachoeira do Sul (06), Capão da Canoa (07), Santa Cruz do Sul (09), Canoas (10), Rio Grande (12) e, por fim, no dia em que se comemora 1 ano da assinatura da Nova Lei Trabalhista, um grande evento no Hotel Sheraton em Porto Alegre. O calendário completo está disponível em www.ibecnet.com.br, onde se podem realizar as inscrições gratuitas para qualquer das edições das jornadas.4
Boas práticas na produção de trigo é tema de seminários promovidos pela Farsul

Boas práticas na produção de trigo é tema de seminários promovidos pela Farsul

Agenda Agronegócio Destaque Expointer Negócios Poder Política

O trigo será tema de quatro etapas do Fórum Permanente do Agronegócio. Ijuí (27/09), Santa Rosa (28/09), Passo Fundo (04/10) e Cruz Alta (21/10) recebem o seminário Boas Práticas na Produção de Trigo: Oportunidades e desafios para a cadeia tritícola. A finalidade do evento é desencadear um processo que garanta segurança ao produtor e à sociedade desse produto que está presente diariamente na alimentação humana.

Nos últimos dois anos, o excesso de chuva, além de incidência de geada, fizeram com que alguns produtores utilizassem a técnica de dessecação para a uniformização da lavoura às vésperas da colheita. Entretanto, além de não aconselhado, o método só pode ser feito com produtos recomendados. Se não for feito de forma correta, o procedimento corre o risco de deixar contaminantes no processo de manipulação do trigo.

Preocupados com isso, o Ministério Público junto com Ministério da Agricultura e Secretaria da Agricultura, irão realizar forte fiscalização nas plantações com o objetivo de coibir a prática da dessecação com produtos não recomendados. Procedimento semelhante já vem acontecendo no Paraná, onde já há registro de triticultores que foram autuados e lavouras interditadas.

Para evitar situações semelhantes no Rio Grande do Sul, a Farsul, apoiada por outras entidades, promoverá as quatro edições do evento. O presidente da Comissão do Trigo da Federação, Hamilton Jardim, destaca que “A Farsul saiu na frente, ainda em tempo de corrigir algum problema nesta safra, o que particularmente não acredito que exista. Neste ano ela vem numa condição bem melhor do que foram as duas últimas. Talvez essa prática não seja tão usada”, comenta.

O dirigente destaca que, com a programação que inicia na próxima semana e encerra durante a edição da Fenatrigo, o objetivo é “alertar o produtor rural e os formadores de opinião de que nós deveremos, se não estancar esse processo, diminuir drasticamente. Para isso se fez uma programação junto com a Câmara Setorial Estadual do Trigo e demais apoiadores”, explica Jardim.

Cada edição do fórum terá a presença de auditores fiscais do Ministério e Secretaria da Agricultura, técnicos da Embrapa Trigo e Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas, além representantes da Acergs, Fecoagro e Sinditrigo. Eles falarão sobre o controle de contaminantes, tecnologia de produção e manejo e segregação. “A gente espera chegar aos produtores rurais justamente num ano que a safra está se configurando bastante boa. Mas é uma safra preocupante, porque nós teremos excesso de oferta tanto no estado, quanto no Paraná e Mercosul. Se o produtor não primar pela qualidade, ele pode ter preços bastante baixos que é um risco já inerente a toda a cadeia do trigo”, .

Os eventos acontecem sempre no turno da manhã com início às 9 horas e entrada gratuita e sem a necessidade de inscrição antecipada. Mais informações podem ser obtidas nos sindicatos rurais locais. O Fórum Permanente do Agronegócio é uma realização do Sistema Farsul. O seminário Boas Práticas na Produção de Trigo: Oportunidades e desafios para a cadeia tritícola tem o apoio da Embrapa, Fecoagro, Acergs, Emater, Seapi, Fetag, SDR, Mapa, Crea, Sargs, Sinditrigo e Senai.

 

Calendário:

27 de setembro – Ijuí

Casa do Produtor – Parque de Exposições Vanderlei Burmann

 

28 de setembro – Santa Rosa

Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson

 

04 de outubro – Passo Fundo

Embrapa Trigo

 

21 de outubro – Cruz Alta

Parque de Exposições do Sindicato Rural

“Vamos manter os programas sociais e fortalecer a assistência social”, diz Osmar Terra

“Vamos manter os programas sociais e fortalecer a assistência social”, diz Osmar Terra

Notícias Poder Política

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, reuniu-se nesta sexta-feira (17) com gestores do programa Bolsa Família e da Assistência Social do município gaúcho de Santa Rosa. Ele garantiu a continuidade dos programas sociais. “Não haverá cortes no Bolsa Família e no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Eles serão mantidos e aprimorados”.  O ministro também afirmou que vai fortalecer o Sistema Único da Assistência Social (Suas) e rechaçou as falsas notícias de que os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) serão extintos com a incorporação do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) ao ministério. “Não haverá o fechamento dos Cras e as atividades lá desenvolvidas não serão repassadas ao INSS”.

Terra explicou que pretende aprimorar a inscrição das famílias no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A ideia é fazer o cruzamento de dados já no primeiro momento do ped ido de concessão. “No ato da inscrição, vamos utilizar o CPF para fazer o batimento com outras bases de dados. Queremos incluir quem realmente precisa dos benefícios”. A estratégia foi elogiada pelos gestores.
O ministro também destacou como prioridade da pasta a atenção à primeira infância. “Investindo bem nos filhos das famílias mais pobres, teremos crianças com uma escolaridade e uma renda maior que a de seus pais. Esse estímulo ajuda a família a vencer a pobreza”. A agenda de Osmar Terra incluiu visitas a beneficiários do Bolsa Família e a participação na inauguração do Centro Comunitário, na Vila Júlio de Oliveira.

Domingo será de calor acima da média em todo o Rio Grande do Sul

Cidade Notícias Previsão do Tempo

 

Domingo será de calor acima da média em todo o Rio Grande do Sul - Foto: Fabiano do Amaral / CP Memória

O domingo será de calor acima da média em praticamente todas as regiões do Rio Grande do Sul. As máximas devem ficar entre 35ºC e 40ºC na maioria das cidades gaúchas com marcas até acima de 40ºC em alguns pontos. O sol predomina e o ar estará seco. Os índices UV serão altos. Em Porto Alegre, os termômetros devem chegar nos 39ºC e em Santa Rosa, no Noroeste do Estado, a previsão é de 41ºC.

Durante toda a semana, o clima no RS foi marcado pelo calor excessivo. As temperaturas sempre na casa dos 30ºC. Em razão disso, agrava-se o risco de incêndio em vegetação na cidade e pode afetar a rede elétrica, dentre outras consequências. Não se recomenda a prática de exercícios físicos em horas de calor mais intenso e recomenda-se abundante hidratação e cuidados maiores com vulneráveis, como crianças e idosos. (Correio do Povo)