Porto Alegre, terça, 21 de setembro de 2021
img

Sem citar Lula, Bolsonaro pede para 'não dar munição ao canalha'

Detalhes Notícia

Notice: Trying to get property 'post_excerpt' of non-object in /home/felipevieira/www/site/wp-content/themes/felipevieira/detalhes-noticia.php on line 263

Em posts nas redes sociais, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), se manifestou pela primeira vez sobre a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que saiu da sede da Polícia Federal em Curitiba no fim da tarde da última sexta-feira, 8.

Sem citar nominalmente o adversário político, Bolsonaro conclama os “amantes da liberdade e do bem” e recomenda não dar “munição” “ao canalha, que momentaneamente está livre”.

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros”, continua no post. “Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num (sic) bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, afirma.

Leia mais em O Estado de S.Paulo