Porto Alegre, segunda, 27 de junho de 2022
img

Júri do caso Ronei Jr. é adiado e será realizado em três etapas

Detalhes Notícia

Notice: Trying to get property 'post_excerpt' of non-object in /home/felipevieira/www/site/wp-content/themes/felipevieira/detalhes-noticia.php on line 263

O júri popular da morte de Ronei Faleiro Jr. foi dividido em três julgamentos diferentes a pedido da defesa de um dos réus e com a concordância de que os nove réus permaneçam presos até seus julgamentos. Conforme o Tribunal de Justiça do Estado, os julgamentos irão ocorrer nos meses de janeiro e abril em datas que serão posteriormente definidas. A decisão pela cisão do júri foi informada na manhã de hoje pela magistrada Greice Moreira Pinz, da 1ª Vara Judicial da Comarca de Charqueadas, na sede da Afaço, onde ocorreria a sessão do Tribunal do Júri de Charqueadas.

Além de Ronei Jr., foram vítimas de tentativas de homicídio o pai dele, Ronei Wilson Faleiro, e o casal de amigos Richard Wienke e Francielle Wienke. Durante a instrução do processo, quase 40 pessoas foram ouvidas.

Ao todo, 16 pessoas foram indiciadas pela morte de Ronei Faleiro Jr. – nove deles são maiores de idade e responderão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado (motivo fútil, uso de meio que dificultou a defesa e de meio cruel), homicídio tentado (três vezes, com as mesmas qualificadoras) e corrupção de menores. Os adolescentes envolvidos no crime já foram julgados e cumprem medida socioeducativa na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase).

Há um décimo adulto acusado de envolvimento nos crimes. O homem foi denunciado depois dos demais e seu caso é apurado em outro processo. Ele já foi pronunciado e deve ir a júri, ainda sem data marcada. Conforme o Ministério Público, os réus formavam à época do fato o bonde da aba reta. Todos tinham na época do fato entre 18 e 21 anos.

Leia mais em Rádio Guaíba