Porto Alegre, segunda, 27 de junho de 2022
img

Sanderson propõe o fim de privilégios a ex-presidentes

Detalhes Notícia

José Sarney, Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff são ex-presidentes brasileiros que geram cerca de R$ 4,24 milhões de gastos aos cofres públicos por ano. Isso porque os cinco possuem direito a privilégios como veículos oficiais e servidores custeados pela população brasileira desde que deixaram seus cargos. Para fechar esta torneira e acabar com os privilégios, o deputado federal Sanderson (PSL/RS) protocolou o Projeto de Lei 6345/19 que revoga o artigo 1º da Lei 7474/86, que dispõe sobre medidas de segurança a ex-presidentes.

Conforme a lei, os ex-presidentes possuem hoje o direito a dois automóveis oficiais com motorista além de quatro servidores para segurança e apoio pessoal. De acordo com o parlamentar, desde 1999 quando iniciou um levantamento a respeito destas despesas, o país já gastou cerca de R$ 36 milhões.

“Cabe destacar que dois destes beneficiados, Sarney e Collor, já foram eleitos para outros cargos públicos e seguiram recebendo os benefícios”, afirmou Sanderson. Ele também salientou que Lula, mesmo depois de condenado por duas vezes por atos de corrupção, segue recebendo o auxílio. “São privilégios imorais e não se coadunam com a atual conjectura socioeconômica do país”, enfatizou o parlamentar.

Clique aqui e confira texto do projeto.