Porto Alegre, sexta, 19 de agosto de 2022
img

Governo do RS contrata agropecuária de Pelotas para fazer testes de Covid-19; do SUL 21

Detalhes Notícia
Agropecuária de Pelotas fará exames de covid-19. Foto: Reprodução Facebook

A escolha da empresa M&S Produtos Agropecuários Ltda para a realização de exames de diagnóstico da doença Covid-19, no Rio Grande do Sul, tem sido questionada por entidades especializadas da área da saúde. Anunciada na última segunda-feira (6) pela Secretaria Estadual da Saúde (SES), a empresa, com sede em Pelotas, foi contratada para efetuar 250 exames por dia, ao custo de R$ 175 cada exame. O contrato tem validade de seis meses, podendo ser prorrogado por mais seis meses.

O processo de seleção, porém, está envolto em dúvidas. O principal questionamento refere-se à capacidade técnica de uma agropecuária realizar o teste para detecção do novo coronavírus, em detrimento de laboratórios renomados e com expertise reconhecida em biologia molecular no Rio Grande do Sul, como Wienmman, Amplicon, Qualitat, Exame, entre outros. Ao todo, o Estado tem cerca de mil laboratórios registrados nos conselhos de biomedicina, medicina e farmácia.

No dia seguinte ao anúncio da contratação da M&S Produtos Agropecuários Ltda, o Conselho Regional de Farmácia (CRF-RS) enviou ofício à secretária estadual de Saúde, Arita Bergamann, questionando como ocorreu o processo de escolha da empresa, assim como se houve consulta aos outros laboratórios privados do Estado. O documento do CRF-RS ainda faz referência a existência de alvará sanitário para atuar como laboratório de análises clínicas por parte da agropecuária.

“Como a Vigilância Sanitária exige uma série de pré-requisitos, processos e documentos de garantia da qualidade para o funcionamento de laboratórios que oferecem exames de diagnóstico e testes em amostras humanas, este Conselho solicita informações sobre a autorização sanitária e profissional (Alvará Sanitário e Certidão de Regularidade junto ao respectivo Conselho Profissional) apresentadas pelo Laboratório M&S Produtos Agropecuários Ltda”, diz o ofício encaminhado ao governo do Estado.

Leia mais em SUL 21