Porto Alegre, sexta, 03 de dezembro de 2021
img

Economia surpreende e leva a revisão de projeções do PIB para este ano; O Estado de São Paulo

Detalhes Notícia
Recrudescimento da pandemia da covid-19 teve menor impacto sobre a atividade do que era previsto; estimativas de alta do PIB subiram de 3,2% para 3,8% e risco de recessão é menor, dizem especialistas. Indústria farmacêutica tem produção aquecida Foto: Clayton de Souza/Estadão

 

 

O recrudescimento da pandemia no início do ano afetou menos a atividade econômica do que o previsto inicialmente, provocando uma onda de revisões para cima nas projeções para o desempenho do PIB em 2021. Elevaram suas estimativas as corretoras XP e Ativa, os bancos de investimento Credit Suisse, UBS, Bank of America e Goldman Sachs e as consultorias MB Associados e Parallaxis Economics, entre outros. Na média, as projeções de crescimento passaram de 3,2%, em abril, para 3,8% agora, conforme levantamento do Projeções Broadcast, com 35 instituições.

Segundo economistas, os indicadores do primeiro trimestre indicaram que o isolamento social para conter a covid-19 não foi tão rígido quanto no início da crise sanitária, em 2020 – seja porque as medidas restritivas foram mais brandas seja porque as pessoas cumpriram menos as regras. Segundo epidemiologistas, o afrouxamento das medidas de proteção ajudaram a elevar o número de mortos pela pandemia para mais de 430 mil.

Leia mais em O Estado de São Paulo