Porto Alegre, segunda, 27 de junho de 2022
img

Ernesto Araújo critica o Centrão ao comentar sobre fogo em Borba Gato: “Querem destruir os pilares da sociedade”

Detalhes Notícia
Abandonado por Bolsonaro, Araújo critica o "centrão e o isentismo" que, segundo ele, "no têm coragem nem sequer interesse em defender a liberdade". "Quem luta hoje pelos valores do povo brasileiro?", alfinetou. Revolução Periférica na estátua de Borba Gato, Bolsonaro e Ernesto Araújo (Montagem)

 

 

Discreto nas redes desde que deixou o governo, em março passado, o ex-ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi ao Twitter neste domingo (25) e criticou o centrão – principal aliado político de Jair Bolsonaro (Sem partido) – ao comentar sobre o fogo ateado por manifestantes na estátua do bandeirante Borba Gato, em São Paulo.

Segundo o ex-chanceler olavista, o protesto do grupo que se autodenomina “revolução periférica” é resultado de “uma nova Revolução Cultural se propaga no Brasil, como em todo o Ocidente” para destruir os “pilares da sociedade”.

Leia mais em Revista Fórum