Porto Alegre, quinta, 23 de setembro de 2021
img

Em e-mail, secretária de Guedes chamou de “problemático” artigo que facilitava Pfizer; Metrópoles

Detalhes Notícia
CPI da Covid investiga por que dispositivo foi excluído da MP que facilitava compra de vacinas americanas. Thiago S. Araújo/Especial para o Metrópoles

 

 

Novos documentos enviados pelo Ministério da Economia à CPI da Covid-19 do Senado mostram que integrantes da equipe econômica participaram das discussões técnicas sobre a Medida Provisória (MP) que facilitava a aquisição de vacinas, como as da Pfizer.

Os papéis revelam que, ao contrário do que a própria pasta informou inicialmente à comissão, auxiliares do ministro Paulo Guedes fizeram análises técnicas sobre a MP. Entre eles, está Elise Sueli Pereira Gonçalves, secretária adjunta de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização.

Em um e-mail encaminhado ao Palácio do Planalto, Elise afirmou que artigo que autorizava a União a assumir riscos e custos de eventuais efeitos adversos das vacinas — exigência de farmacêuticas como a Pfizer e a Janssen para vender vacinas ao Brasil — era “problemático”.

Leia mais em Metrópoles