Porto Alegre, terça, 19 de outubro de 2021
img

EUA relembram ataques de 11/9 após saída polêmica do Afeganistão; RFI

Detalhes Notícia
A bandeira americana no Memorial e Museum sobre o 11 de setembro. Em Nova York, em 10 de setembro de 2021. AFP - ROBERTO SCHMIDT

 

 

Os Estados Unidos relembram neste sábado (11) os 20 anos dos atentados de 11 de setembro de 2001, com várias cerimônias para homenagear os cerca de 3.000 mortos nos ataques suicidas coordenados pelos terroristas da Al-Qaeda.

O presidente americanoe Joe Biden participa de uma homenagem no memorial de Manhattan, construído onde ficavam as torres gêmeas do World Trade Center, às 8h30 (9h30 em Brasília). Haverá um minuto de silêncio no horário em que o primeiro avião, sequestrado por cinco dos 19 jihadistas, atingiu a torre norte.

As homenagens seguem com apresentações musicais e a leitura dos nomes dos 2.977 mortos (2.753 em Nova York) no colapso das torres gêmeas, no ataque ao Pentágono, em Washington, e na queda de um dos aviões sequestrados, na Pensilvânia.

Biden também irá a Shanksville, na Pensilvânia, onde o vôo 93 da United Airlines caiu, depois que os passageiros conseguiram evitar que sequestradores, que haviam assumido o controle da aeronave, acertassem outro alvo.

Por fim, Joe Biden retornará à Washington para visitar o Pentágono, símbolo do poder militar americano, atingido por outro avião.

LEia mais em RFI