Porto Alegre, terça, 19 de outubro de 2021
img

Relação entre Pacheco e Bolsonaro azeda sob o signo da desconfiança; O Globo

Detalhes Notícia
Presidente acredita que senador não prioriza pautas do governo e ignora ministros por almejar o Planalto em 2022. Rodrigo Pacheco e Jair Bolsonaro Foto: PAblo JAcob / Agencia O Globo

 

 

Alçado ao posto de presidente do Senado com a ajuda de Jair Bolsonaro, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) passou a ser visto com desconfiança no governo, que já avalia seu comportamento como perigoso para o avanço da agenda do Planalto na Casa. A aliados, o presidente demonstra inquietação por acreditar que o senador atua com a intenção de se posicionar como terceira via contra Bolsonaro e Lula em 2022. Para Bolsonaro, o interesse na cadeira presidencial faz com que Pacheco não priorize pautas do governo e ignore demandas de ministros.

As reclamações à postura do senador se estendem aos ministros Fábio Faria (Comunicações) e Paulo Guedes (Economia), que já relataram dificuldade em dialogar com Pacheco. Assim como Bolsonaro, Guedes tem o hábito de enviar torpedos do celular para ministros, senadores e deputados para discutir temas econômicos.

Leia mais em O Globo