Porto Alegre, quarta, 20 de outubro de 2021
img

Porto Alegre: Licitação para uma das obras da Ponta do Arado recebe quatro propostas

Detalhes Notícia
Nova estação será construída na enseada entre o Morro da Cuíca e a Ponta do Arado Velho. Lucaino Lanes / PMPA

 

 

Três consórcios e uma empresa entregaram propostas para a construção da Estação de Bombeamento de Água Bruta (EBAB) Ponta do Arado, na Zona Sul da Capital. Esta é a terceira das sete obras do novo Sistema de Abastecimento da Ponta do Arado, que pretende resolver os problemas de falta de água das zonas Sul, Extremo-Sul e Lomba do Pinheiro, especialmente no verão, quando há maior consumo.

A abertura dos envelopes de habilitação da concorrência ocorreu na tarde desta quarta-feira, 13, na sede da Gerência de Licitações e Contratos do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). O julgamento deverá ocorrer nos próximos dias. Com valor estimado em R$ 29,7 milhões, 93% dos recursos são financiados pela Caixa Econômica Federal e 7% próprios do Dmae.

“Se tudo correr tranquilamente, esperamos dar início a esta obra no início de 2022”, afirmou o diretor-geral do Dmae, Alexandre Garcia. A EBAB bombeará a água captada pela adutora subaquática no Guaíba, encaminhando-a para a Estação de Tratamento (ETA). Localizada ao lado da atual EBAB Belém Novo, na enseada entre o Morro da Cuíca e a Ponta do Arado Velho, a nova Estação de Bombeamento de Água Bruta atenderá a vazão inicial de 2 mil litros por segundo, podendo atingir 4 mil litros por segundo.

Na primeira fase serão instalados três conjuntos motor-bombas, e, na fase 2, de ampliação, serão instaladas mais duas, totalizando cinco bombas (quatro em funcionamento e uma reserva). A previsão é de que a obra, assim que iniciada, seja concluída em 20 meses.

Técnico-Social – O trabalho técnico-social é fiscalizado e coordenado pelo Dmae, sendo realizado pela empresa ASP Assessoria Social e Pesquisa Ltda, vencedora da licitação, e financiado pela Caixa Econômica Federal. Desde maio, equipes aplicam questionários nos 16 bairros afetados pelas obras e duas reuniões já foram realizadas no mês de setembro com as comunidades.

Ponta do Arado – O atual Sistema de Tratamento de Água Belém Novo, que abastece mais de 240 mil moradores do Sul, Extremo-Sul e Lomba do Pinheiro, está no limite da capacidade. Com o aumento da demanda, o Dmae passou a buscar alternativas para melhorar essa situação. A construção do novo Sistema de Abastecimento de Água (SAA) Ponta do Arado é a solução para essas regiões.

A prefeitura e o Dmae contrataram o financiamento em 2019, com investimento estimado de R$ 250 milhões. A previsão é que todo o sistema esteja em funcionamento em 2024. A primeira das sete obras, a adutora subaquática de captação de água bruta, no bairro Belém Novo, está em andamento, e será iniciada ainda neste ano a construção da nova Estação de Tratamento de Água (ETA). Os recursos são do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por meio de financiamento com a Caixa Econômica Federal.