Porto Alegre, quinta, 02 de dezembro de 2021
img

Afeganistão: o rabino americano que ajuda afegãos a fugir do Talebã; BBC

Detalhes Notícia
Moshe Margaretten com Suneeta (à dir.) e os quatro filhos dela, que foram retirados às pressas do Afeganistão graças à ajuda do rabino. CRÉDITO,TZEDEK ASSOCIATION

Quando ouviu falar da história de quatro crianças que estavam escondidas do grupo radical Talebã em um apartamento em Cabul, capital do Afeganistão, um rabino a milhares de quilômetros de distância – no Brooklin, em Nova York (Estados Unidos) – decidiu pegar o seu telefone e fazer uma ligação que acabaria sendo decisiva.

Dias antes, afegãos haviam se reunido em multidões nos portões do aeroporto de Cabul, desesperados para deixar o país após a tomada de poder pelo Talebã, em 15 de agosto.

“Pensei naquelas quatro crianças, todas com menos de 18 anos, e pensei ‘quem sabe se elas ainda estão vivas, eu preciso tentar encontrá-las'”, conta à BBC o rabino Moshe Margaretten, de 41 anos de idade.

Depois de saber que a mãe das crianças havia saído do Afeganistão para os Estados Unidos anos antes, após o súbito desaparecimento do marido – deixando as crianças para trás com parentes -, o rabino saiu em busca da advogada representante da família.

Leia mais em BBC