Porto Alegre, sexta, 03 de dezembro de 2021
img

Portugal, o país mais vacinado contra a covid-19 na UE, retoma restrições; El País

Detalhes Notícia
Presidente da República vai adiar a dissolução do Parlamento para permitir a aprovação de medidas de contenção dos contágios, que estão aumentando, apesar de o país ter 86,5% da população com o esquema de imunizações completo. Pessoas usando máscara nesta terça-feira, 16 de novembro, em Sintra (Portugal). JORGE MANTILLA (NURPHOTO VIA GETTY IMAGES)

 

 

Portugal também vai impor restrições para fazer frente à nova onda da pandemia, apesar de ser o país da União Europeia com a maior cobertura vacinal contra o coronavírus, com 86,5% da população com o esquema de imunizações completo —na Espanha é de 79,2%. Isso está reduzindo a gravidade dos casos, o que fica evidente pelo baixo número de internações e encaminhamentos para UTIs, mas não impediu a expansão de uma nova onda de contágios. O aumento da incidência acumulada para 14 dias, fixada na quinta-feira em 173,7 casos por 100.000 habitantes, levou as autoridades a retomarem algumas medidas de contenção para tentar conter uma nova explosão de casos, entre as quais se considera o uso obrigatório de máscara ao ar livre e em restaurantes, bem como o rastreamento dos casos por meio de testes gratuitos.

A ampliação dos contágios pode ter resultado do relaxamento de medidas de proteção como o uso de máscaras, que desde 13 de setembro não são obrigatórias na rua e desde 1º de outubro tampouco nos restaurantes. Na Espanha, por exemplo, ainda é obrigatório usar a máscara nesses estabelecimentos e a taxa de incidência acumulada em 14 dias é de 92 casos por 100.000 habitantes.

Leia mais em El País