Porto Alegre, terça, 25 de janeiro de 2022
img

CVM vai investigar Petrobras após fala de Bolsonaro sobre redução de preços dos combustíveis; O Estado de São Paulo

Detalhes Notícia
Presidente disse no domingo que a estatal começa a anunciar queda nos preços nesta semana; companhia informou que não antecipa decisões sobre reajustes. Sede da Petrobras, no Rio; estatal informou, em comunicado, que não antecipa decisões sobre reajustes de preços. Foto: Ricardo Moraes/Reuters - 22/2/2021

 

 

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu nesta segunda-feira, 6, um processo administrativo envolvendo a Petrobras após o presidente Jair Bolsonaro (PL) declarar no domingo que a estatal anunciaria a redução nos preços dos combustíveis até o fim do ano. Foi o terceiro processo aberto pela xerife do mercado de capitais desde outubro por causa de declarações do presidente sobre a companhia.

A autarquia não detalha o teor das investigações do processo aberto para tratar de “notícias, fatos relevantes e comunicados”, mas confirma que seu conteúdo envolve as recentes declarações do presidente. Como a Petrobras é uma companhia listada em bolsa de valores, os movimentos da petroleira precisam ser comunicados para todo o mercado simultaneamente, para não configurar vazamento de informação.

“A Petrobras começa nesta semana a anunciar redução no preço do combustível”, afirmou Bolsonaro ao site Poder360 no domingo, sem detalhar o porcentual de redução. Em outra entrevista concedida no domingo, para a CNN, o presidente disse que “a redução no preço dos combustíveis será automática e deve ser anunciada nos próximos dias, até o final de dezembro.”

Leia mais em O Estado de São Paulo