Porto Alegre, quarta, 26 de janeiro de 2022
img

Casos de demência devem quase triplicar até 2050, diz estudo; BBC

Detalhes Notícia
Aumento previsto deve-se em grande parte ao envelhecimento e ao crescimento da população CRÉDITO,GETTY IMAGES

Em 2050, mais de 153 milhões de pessoas poderão ter demência, alertam pesquisadores em um estudo publicado na revista científica The Lancet Public Health. Em 2019, o número era de 57 milhões.

O aumento previsto deve-se em grande parte ao envelhecimento e ao crescimento da população. Mas o estilo de vida pouco saudável também contribui para o problema, afirmam os especialistas.

Altas taxas de tabagismo, obesidade e diabetes estão entre os fatores de risco que precisam ser tratados com urgência e são responsáveis por parte do aumento da projeção feita pelo estudo.

A pesquisa, que analisa dados de 195 países, busca dar aos governos uma ideia de quais medidas podem ser necessárias.

Leia mais em BBC