Porto Alegre, segunda, 27 de junho de 2022
img

Presidente dos Emirados Árabes Unidos morre aos 73 anos; Deutsche Welle

Detalhes Notícia
Khalifa bin Zayed al Nahyan liderou o país em numerosos projetos de modernização e desenvolvimento, além de investimentos de bilhões de dólares. Seu nome está imortalizado no Burj Khalifa, prédio mais alto do mundo. Causa da morte não foi reveladaFoto: Oli Scarff/Getty Images

 

 

O emir de Abu Dhabi e presidente dos Emirados Árabes Unidos (EAU), Khalifa bin Zayed al Nahyan, morreu nesta sexta-feira (13/05) aos 73 anos. As causas da morte não foram informadas. O país terá luto oficial de 40 dias e as bandeiras ficarão a meio mastro no período.

Khalifa bin Zayed al Nahyan nasceu em 1948 e assumiu a presidência do país em 2004, após a morte do pai, Zayed bin Sultan Al Nahyan, responsável por unificar os sete emirados que compõem os EAU e conseguiu coordenar a conversão do país desértico em um rico estado de petróleo, estável e com a economia mais dinâmica da região.

O filho seguiu os passos do pai e liderou o país em numerosos projetos de modernização e desenvolvimento, além de investimentos de bilhões de dólares. Khalifa supervisionou grande parte do crescimento econômico do país e o seu nome foi imortalizado no edifício mais alto do mundo, o Burj Khalifa, depois de ajudar a resgatar financeiramente Dubai durante uma crise há mais de uma década.

Em 2014, sofreu um AVC e precisou ser operado. Depois, embora as autoridades locais tenham sustentado que o estado de saúde do presidente era “estável”, o xeique desapareceu do cenário político e internacional, praticamente não fazendo mais aparições públicas.

As principais tarefas de Estado foram assumidas por seu meio-irmão, o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed. Ainda não houve anúncio de um sucessor, embora especula-se que Mohammed bin Zayed reivindique a Presidência.

Leia mais em Deutsche Welle