Porto Alegre, sexta, 19 de agosto de 2022
img

Tarso Genro diz que Battisti muda de versões e que não é possível saber se ele é inocente, por Carolina Linhares/Folha de São Paulo

Detalhes Notícia
Ex-terrorista, em entrevista à Folha, vê cinismo de Lula e diz que petistas mentiram. O ex-ministro e ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT) - Mauro Pimentel -- 4.mar.2016/Folhapress

 

 

O ex-ministro Tarso Genro (PT), que comandou a pasta da Justiça no governo Lula (PT), afirma que o ex-terrorista Cesare Battisti muda suas declarações a respeito dos crimes pelos quais foi condenado e que “é difícil saber qual é a realidade”.

Genro disse que, no momento em que o governo petista deu abrigo a Battisti, “acreditava que o processo não tinha provas suficientes para determinar a extradição”.

Battisti, que teve seu refúgio no Brasil concedido por Genro em 2019 e confirmado por Lula no ano seguinte, é ex-integrante de um grupo terrorista de esquerda e foi condenado por quatro homicídios ocorridos nos anos de chumbo da Itália, entre o final dos anos 1960 e o início dos 1980.

Leia mais na Folha de São Paulo