Porto Alegre, sexta, 19 de agosto de 2022
img

Exportações da indústria gaúcha sobem 8,7% em maio; Jornal do Comércio

Detalhes Notícia
Embarques de automóveis para a Argentina em Rio Grande lideram fluxo, com alta de 115,3% NATALIA QUINTAS/DIVULGAÇÃO/JC

 

 

As exportações da indústria de transformação gaúcha somaram US$ 1,3 bilhão em maio, elevação de 8,7% em relação ao mesmo mês de 2021, crescendo em 14 dos 23 segmentos que registraram embarques no período.

No acumulado de 2022, as vendas externas totalizaram US$ 6,8 bilhões, 36,2% maiores se comparadas aos cinco primeiros meses do ano passado.

“O aumento nas vendas para a América Latina contribuiu muito para o resultado do mês. Além disso, as vendas de veículos para a Argentina, que foram muito afetadas com o início da pandemia, começam a mostrar sinais de recuperação”, diz o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry.

Entre os grandes setores exportadores, Veículos automotores foi o que mais cresceu, embarcando US$ 58,2 milhões a mais em mercadorias, elevação de 115,3%, principalmente para Argentina (+US$ 17,6 milhões), Chile (+US$ 11,2 milhões) e Colômbia (+US$ 8,9 milhões). Na segunda colocação, Tabaco avançou US$ 39,3 milhões – mais 57,9% –, puxado principalmente pelos embarques para a China, que superaram os US$ 35 milhões. Máquinas e equipamentos registraram o terceiro maior aumento, US$ 37,1 milhões, com as elevações nas demandas da Argentina (+US$ 12,1 milhões) e do Paraguai (+US$ 10,6 milhões). Entre os destaques negativos do mês, já começam a aparecer os efeitos da elevada base alcançada em 2021, com as quedas em Alimentos (-5,7%) e Químicos (-14%), que haviam subido muito no ano passado em função da pandemia.

Leia mais em Jornal do Comércio