Porto Alegre, sábado, 02 de julho de 2022
img

Porto Alegre: Dia do Orgulho é comemorado com serviços para a comunidade LGBTQIA+ no Largo Glênio Peres

Detalhes Notícia
Acões foram planejadas pela Coordenação de Direitos de Diversidade Sexual e Gênero da Secretaria de Desenvolvimento Social Maria Ana Krack / PMPA

 

 

A Prefeitura de Porto Alegre programou duas ações para comemorar a data de 28 de junho, que marca a luta pelos direitos das pessoas LBGTQIA+ e a celebração da diversidade. O Dia do Orgulho, como é chamado, visa conscientizar a sociedade sobre os desafios e as conquistas da comunidade. As atividades foram planejadas pela Coordenação de Direitos de Diversidade Sexual e Gênero da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

Na noite de segunda-feira, 27, o meio-fio do cruzamento das ruas Lima e Silva com a República, no bairro Cidade Baixa, será pintado nas cores do arco-íris para dar mais visibilidade à diversidade. Na terça-feira, 28, Dia do Orgulho LGBTQIA+, diversos parceiros que atuam junto à proteção e defesa da comunidade estarão reunidos no Largo Glênio Peres das 10h às 16h. A Secretaria Municipal da Saúde vai promover a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e contra a gripe, e a unidade móvel Fique Sabendo vai realizar testes rápidos e gratuitos de HIV, sífilis e hepatites B e C.

Representantes da Delegacia de Combate à Intolerância e do Ministério Público vão esclarecer dúvidas sobre os diretos das pessoas que sofrem preconceito sexual ou de gênero. E para levar mais cor ao evento, o salão de beleza Esmalteria vai fazer pintura artística em quem quiser marcar na pele o apoio à luta contra a discriminação da comunidade LGBTQIA+.

Dados – De acordo com a pesquisa publicada pelo IBGE em maio de 2022, Porto Alegre é a capital com o maior número de pessoas que se declaram homossexuais ou bissexuais, com 5,1%. Em todo o país, 1,8% da população adulta afirmou que sente atração por pessoas do sexo oposto ou tanto por homens quanto por mulheres. O valor representa pelo menos 2,9 milhões de brasileiros maiores de 18 anos.

Parada – No domingo, 3, a Parada de Luta encerra as atividades do Mês do Orgulho com uma seleção especial de shows. A festa começa ao meio-dia na Redenção, e às 15h30 começa o deslocamento até a Orla do Gasômetro. A Parada é organizada por representantes LGBTQIA+ e tem o apoio da prefeitura , por meio da SMDS, com o financiamento da infraestrutura de palco, banheiros químicos, limpeza pela equipe do DMLU e apoio da EPTC no trânsito.

PrefPoa