Porto Alegre, quinta, 18 de abril de 2024
img

Rio Grande do Sul sobe para 7ª posição entre os estados mais ágeis na abertura de empresas, por Pedro Carrizo/Jornal do Comércio

Detalhes Notícia
Segundo o boletim Mapa das Empresas, do governo federal, tempo médio no RS é de 13 horas PATRÍCIA COMUNELLO/ESPECIAL/JC

 

 

Um dos cálculos mais tradicionais para medir a eficiência de um estado é através do tempo médio gasto na abertura de empresas. Quanto maior for o tempo, maior é a burocracia para se conseguir abrir um novo negócio. Do contrário, quanto mais rápido for, melhor é o cenário para o empreendedorismo.

Diante disso, a política de desburocratização, tanto do governo quanto das prefeituras, vem surtindo efeitos no Rio Grande do Sul. O Estado gaúcho saltou da 12ª para 7ª em relação ao tempo médio gasto na abertura de empresas, na comparação com as demais 26 UFs e Distrito Federal, segundo o boletim Mapa das Empresas, referente ao 1º quadrimestre deste ano.

No Rio Grande do Sul, o tempo médio para abrir um negócio é de 13 horas, enquanto a média nacional é de 30 horas (um dia e seis horas).

Leia mais no Jornal do Comércio