Porto Alegre, domingo, 19 de maio de 2024
img

Porto Alegre: Procon divulga segunda pesquisa de preços de material escolar

Detalhes Notícia
Foto: Adriano Amaral/SMED PMPA

 

O Procon Porto Alegre divulgou nesta quinta-feira, 8, a segunda pesquisa do ano de preços dos itens básicos mais solicitados nas listas de material escolares das escolas. O órgão municipal consultou os valores de 33 produtos em três estabelecimentos especializados entre os dias 5 a 8 de fevereiro. “O levantamento busca auxiliar o consumidor que está pesquisando preços nesta época anterior à volta às aulas”, afirma o diretor do Procon Municipal, Wambert Di Lorenzo.

Conforme Wambert, a consulta fornece informações sobre diferenças de valores encontradas nas livrarias da Capital. “Desta vez fizemos a análise somente em três locais, porque a papelaria Cepal, que contribuiu com a pesquisa de janeiro, não demonstrou interesse em participar da análise”, concluiu.

Quem estiver procurando massa de modelar, caixa com seis unidades, encontrará valores entre R$ 1,79 e R$ 3,50 uma diferença de 95,5%. No caso da tesoura escolar simples, a variação é de 20% entre o menor preço (R$ 1,50) e o maior (R$ 1,80).

Geralmente, os itens mais baratos da cesta escolar – lápis e canetas – também apresentam variações. A caneta esferográfica de ponta grossa é vendida entre R$ 0,64 e R$ 1,00, uma diferença de 56,25%. Uma caixa de lápis de cor, com 12 unidades, pode ser encontrada a R$ 2,99, o menor valor, até R$ 4,50, uma variação de 50,50%. “Podemos observar com a atual pesquisa que os materiais estão com o preço mais acessível e que a variação entre o maior e o menor preço diminui”, pontua Wambert.

Acesse aqui a primeira pesquisa

Acesse aqui a pesquisa atual