Porto Alegre, terça, 23 de abril de 2024
img

Randoncorp capta financiamento de R$ 500 milhões para potencializar iniciativas de sustentabilidade. Contrato com a International Finance Corporation, membro do Grupo Banco Mundial com foco no setor privado, foi firmado nesta quarta-feira, 28 de fevereiro

Detalhes Notícia

 


A Randoncorp, multinacional brasileira referência em soluções para a mobilidade, firmou contrato de financiamento com a International Finance Corporation, maior instituição global de desenvolvimento voltada para o setor privado nos mercados emergentes e que faz parte do Grupo Banco Mundial. Ao todo, serão captados R$ 500 milhões por meio desta operação, oficializada nesta quarta-feira, 28 de fevereiro, com presença de lideranças das duas instituições, em Caxias do Sul (RS).

O valor será dividido igualmente entre as verticais Montadora e Controle de Movimentos, que utilizarão parte deste recurso em iniciativas sustentáveis. A Montadora concentra as operações de produção de semirreboques e vagões ferroviários da marca Randon; e a vertical Controle de Movimentos concentra as operações de produção de autopeças da Frasle Mobility. “São recursos para projetos já em andamento e novas ações, alinhadas com o propósito de sustentabilidade da Companhia, que envolve iniciativas como o desenvolvimento de produtos eco-friendly e a ampliação do uso de energia de fontes renováveis”, explica o CEO da Randoncorp e Presidente e CEO da Frasle Mobility, Sérgio L. Carvalho.

Entre as principais ações que serão beneficiadas com os recursos está o projeto chamado “Caldeira Verde”, iniciativa que consiste na construção de uma nova caldeira alimentada por biomassa, na unidade fabril da Frasle Mobility em Caxias do Sul. Este equipamento vai diminuir os níveis de consumo de combustíveis fósseis como gás natural, utilizado atualmente. O projeto tem potencial para redução em 60% das emissões de gases de efeito estufa da Frasle Mobility – o que equivale a uma redução de 20% das emissões consolidadas da Randoncorp.

O prazo de pagamento do financiamento é de até nove anos, com carência de dois anos para o início da amortização. A captação é considerada um Sustainability-Linked Loan por estar atrelada ao cumprimento de um indicador de performance de sustentabilidade. “Este é o primeiro financiamento sustentável que captamos e está relacionado ao compromisso público ESG da Companhia de reduzir 40% das emissões de gases de efeito estufa, nos escopos 1 e 2, até 2030. O atingimento da meta trará um benefício de desconto nos juros a partir de 2026”, explica o CFO da Randoncorp, Paulo Prignolato.

“O setor de transporte é um dos principais emissores de gases de efeito estufa no Brasil. O investimento da IFC na Randoncorp ajudará na estratégia do país de diminuir o consumo de combustíveis fósseis e impulsionar a inovação tecnológica para aumentar a eficiência no setor. Esperamos que esse financiamento incentive práticas sustentáveis no setor privado brasileiro”, afirma Carlos Leiria Pinto, gerente-geral da IFC para o Brasil.

“Esta operação reforça a nossa estratégia de negócios e contribui, de forma significativa, para maior solidez financeira da Companhia, e visa não apenas mitigar impactos ambientais das nossas atividades e produtos, mas, principalmente, promover um desenvolvimento econômico sustentável”, destaca o Presidente da Randoncorp, Daniel Randon.