Porto Alegre, sexta, 20 de maio de 2022
img

Pacote de Leite para funcionalismo depende de ajustes com deputados

Detalhes Notícia

 

A votação do pacote de projetos do governador Eduardo Leite (PSDB) para revisão das regras trabalhistas e previdenciárias do funcionalismo do Estado, em sessão extraordinária no final do mês, dependerá da capacidade do Piratini de promover em tempo os ajustes que os deputados integrantes da base requisitam. Em reunião para retomada das articulações, na manhã desta quarta-feira, segundo aliados, Leite pediu apoio à reforma e garantiu que o governo está à disposição para ouvir as demandas dos parlamentares. Contudo, conforme os parlamentares, a necessidade de adaptações definirá quais projetos poderão ser apreciados e, até mesmo, se haverá condição para consolidar a convocação para os últimos dias antes do final do recesso.

“Foi uma ótima reunião. O governador fez um relato das ações passadas e transmitiu uma mensagem de otimismo, pedindo que os deputados continuem apoiando as reformas. Recomeçaremos as discussões sobre cada projeto e a posição das bancadas para sabermos se haverá condições de votar e quais projetos poderão entrar nesta pauta extraordinária. O governo continua com seu propósito de aprovar todo o pacote nesta convocação, mas a Assembleia tem o seu tempo”, relatou o líder da bancada do MDB, deputado Fábio Branco. Para o emedebista, as propostas que tratam da carreira do Magistério e da previdência dos militares estaduais são os que mais demandarão discussões e necessidade de ajustes.

Leia mais no Correio do Povo