Porto Alegre, segunda, 17 de janeiro de 2022
img

ANCESTRAL 'FANTASMA' DO SER HUMANO É DESCOBERTO NA ÁFRICA

Detalhes Notícia

Uma misteriosa “população fantasma” de antigas criaturas que viveram há meio milhão de anos pode ter convivido e procriado com os primeiros humanos que viveram na África Ocidental, dizem cientistas.

Pesquisadores apontam que o DNA desse grupo representa entre 2% e 19% da ancestralidade genética dos africanos ocidentais modernos.

Os autores do estudo publicado na revista Science Advances nesta semana acreditam que o cruzamento entre espécies ocorreu cerca de 43 mil anos atrás.

Os cientistas encontraram ligações com os povos mende, de Serra Leoa, iorubá e esan, na Nigéria, além de outros grupos nas áreas ocidentais de Gâmbia.

A pesquisa diz que os ancestrais dos africanos ocidentais modernos cruzaram com uma espécie de humano arcaico ainda não descoberta, semelhante à forma como os europeus antigos acasalaram com os neandertais e as populações oceânicas, com os hominídeos de Denisova.

Leia mais em BBC Brasil