Porto Alegre, quinta, 02 de dezembro de 2021
img

Lenny Silveira reencontra a família. Menino, filho de brasileiros volta para casa após governo australiano retroceder na regra de quarentena; por Tom Livingstone/Today

Detalhes Notícia

 

 

 

Um menino australiano, filho de brasileiros, que passou por uma cirurgia que salvou sua vida nos Estados Unidos finalmente se reuniu com sua família em Queensland, depois que o governo permitiu que ele e seu pai voltassem para casa. O menino de seis anos, filho dos gaúchos, Alessandra e Fábio Silveira, já está em casa com os pais e os irmãos Lucca (12) e Malu(10) , em Sunshine Coast, cidade a uma hora ao norte de Brisbane. O reencontro como mostram às imagens foi carregado de emoção.

A expressão de pura alegria no rosto de Lenny Silveira disse tudo quando ele passou os braços em volta da mãe, momentos depois de descer do avião em Brisbane na noite passada.

Lenny e seu pai Fabio estavam enfurnados em um quarto de hotel em Sydney por mais de uma semana depois que o menino de seis anos, que tem paralisia cerebral, foi submetido a uma cirurgia no cérebro nos Estados Unidos.

Apesar de saber da dificuldade que eles poderiam enfrentar para voltar para casa em Queensland, Lenny precisava da cirurgia, então seu pai não teve outra escolha a não ser levá-lo para o exterior.

Mas Silveira estava preparado e notificou o governo de Queensland sobre a situação da família meses atrás, dando início ao complicado processo para voltar para casa em julho.

“Não foi uma jornada fácil”, disse um frustrado, o pai Fábio Silveira à Today no início desta semana.

Depois de três pedidos de consideração especial para participar do teste de quarentena doméstica de Queensland, o governo estadual rejeitou os pedidos de Fabio, deixando-os em quarentena em um quarto de hotel em Sydney.

Como o voo de volta para a Austrália teve que parar em Sydney, o governo de Queensland recusou seu pedido devido ao risco de o casal trazer o coronavírus de New South Wales.

“Eu entendo a gravidade desta situação, a pandemia de COVID-19 e as consequências de qualquer isenção concedida, mas estamos falando de um menino de seis anos que precisa de um programa de terapia de reabilitação extremamente intensivo 20 e poucos dias após a cirurgia.” disse hoje, Fábio.

Depois de ter Lenny e o pai como convidados no Today, o apresentador Karl Stefanovic chamou o manejo da situação pelo governo de Queensland de “nojento” questionando que tipo de país faria isso com um menino doente.

“Basta dar uma olhada nesta criança com paralisia cerebral, em quarentena de hotel”, disse Stefanovic na quarta-feira.

“Isso é nojento – se não podemos fazer concessões para esse tipo de coisa, não sei o que aconteceu com este país.

“O governo de Queensland precisa examinar isso e consertar imediatamente.”

Depois de ver a história de Lenny no Today, o Ministro Federal da Saúde, Greg Hunt, pressionou o governo de Queensland a permitir que ele e seu pai voltassem ao estado, com Fabio recebendo boas notícias na noite de quarta-feira.
“Ele poderá ficar em quarentena em casa. Sim, tivemos que travar uma batalha com o governo de Queensland para obter essa aprovação humanitária, mas tivemos sucesso”, disse Hunt à Today.

“Francamente, seu relatório ontem ajudou a abrir a porta e então fizemos nossa parte escrevendo-o – então Lenny está indo para casa.”

Mas agora as perguntas estão sendo feitas por que demorou uma aparição na Televisão para o governo finalmente permitir que Lenny e Fabio voltassem para Queensland.

“Eles cederam porque levantamos isso em nosso programa”, disse o apresentador de hoje Ally Langdon esta manhã.

“O Diretor de Saúde sabia disso desde julho. Não se deve dar esse passo para que uma decisão seja tomada.”

Lenny e Fabio estão agora com o resto da família em Bokarina, na Sunshine Coast, onde o menino pode continuar sua reabilitação em casa.