Porto Alegre, segunda, 27 de junho de 2022
img

RS: Prêmio Minuano de Literatura 2021 anuncia os vencedores

Detalhes Notícia
Prêmio Minuano Foto: Adriana Bagatini

 

 

Em cerimônia ocorrida na noite desta quinta-feira foram conhecidos os vencedores nas oito categorias do 4º Prêmio Minuano de Literatura. O prêmio é uma realização da Secretaria da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual do Livro (IEL), com a colaboração do Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A cerimônia, restrita a convidados, na Sala da Música do Multipalco do Theatro São Pedro, teve a participação de autoridades, escritores e editores. A secretária da Cultura, Beatriz Araujo, parabenizou os escritores finalistas, destacando a parceria do IEL e da UFRGS na realização do quarta edição do prêmio. “Em todas as áreas da cultura no RS, nossa atenção está voltada para a construção de laços por meio da escuta, do diálogo e da cooperação dos mais variados setores. Em especial, no campo da literatura e do livro, o olhar dos escritores imprime construções potentes sobre a identidade gaúcha em toda sua diversidade”, disse.

A diretora do IEL, Patrícia Langlois, comemorou a consolidação do prêmio em seu objetivo de ressaltar e reconhecer a produção literária gaúcha. “O escritor espera que o leitor possa, realmente, ter uma relação profunda com seu texto, durante a apreciação da obra. Deseja fazer com que o leitor se emocione, se sensibilize e possa obter uma experiência significativa mediante seu texto. Sabemos da importância dessa experiência, e em nossos projetos queremos levar esses textos a cada vez mais leitores.  Que esse ofício de escrita muitas vezes tão solitário e esse momento singular de fruição do leitor floresçam e se desenvolvam”.

Conheça os vencedores do Prêmio Minuano de Literatura 2021:

CATEGORIA INFANTIL

“O armário da vovó”, de Ivone Rizzo Bins, Editora Libretos

CATEGORIA JUVENIL

“Birman Flint e a Maldição do Czar”, de Sérgio P. Rossoni, Editora AVEC

CATEGORIA POESIA

“A mulher submersa”, de Mar Becker, Editora Urutau

CATEGORIA CONTO

“O lado que não era visível para quem estava na estrada”, de Luís Roberto Amabile, Editora Zouk

CATEGORIA CRÔNICA

“Dia de amar a casa”, de Mariana Ianelli, Editora Ardotempo

CATEGORIA FICÇÃO: ROMANCE/NOVELA

“Morte, sul, peste, oeste”, de André Timm, Editora Taverna

CATEGORIA ILUSTRAÇÃO

“Os avós são para sempre”, de Daniel Cassol, Ilustrações de Luiza Hickmann, Edição Independente

CATEGORIA ESPECIAL

“Crítica da razão idolátrica – Tentação de Thanatos, Necroética e Sobrevivência”, de Ricardo Timm de Souza, Editora Zouk