Porto Alegre, quarta, 26 de janeiro de 2022
img

FCDL-RS estima que a data mais aguardada do ano pelo comércio deve injetar cerca de R$5 bilhões na economia gaúcha

Detalhes Notícia
– Mesmo em um cenário de dificuldades econômicas, com inflação crescente e preços mais elevados, acreditamos que o Natal 2021 terá um incremento nas vendas do comércio gaúcho, diz Vitor Augusto Koch.

 

 

 

Os comerciantes do Rio Grande do Sul esperam resultados de vendas mais positivos no Natal de 2021. No último ano, a segunda onda da pandemia atrapalhou a comercialização de produtos na data comemorativa, especialmente nas lojas físicas.

O avanço da vacinação, com o estado registrando elevado percentual de sua população totalmente imunizada e o pleno funcionamento das atividades comerciais, a expectativa é que os consumidores busquem os presentes natalinos e valorizem as lojas locais.

– Mesmo em um cenário de dificuldades econômicas, com inflação crescente e preços mais elevados, acreditamos que o Natal 2021 terá um incremento nas vendas do comércio gaúcho. Existe a retomada de eventos sociais, confraternizações familiares e, especialmente, o fator emocional da data comemorativa. São fatores que acabam levando os consumidores às compras – avalia o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

Pela projeção da FCDL-RS, o Natal deste ano tem potencial para injetar cerca de R$5 bilhões na economia do Rio Grande do Sul, o que determinaria vendas quase 18% superiores ao mesmo período de 2020. Em todo o país, a previsão é de uma circulação de quase R$40 bilhões.

– Provavelmente o Natal será uma data de recuperação das vendas, tão prejudicadas desde março de 2020. Temos mais dinheiro circulando no mercado com o pagamento do 13º salário e do Auxílio Brasil. Observamos uma grande vontade dos consumidores em comprar presentes, alimentos e bebidas para as ceias natalina e do ano novo. Existe a disposição dos gaúchos em consumir e acreditamos que eles irão superar as dificuldades que o momento econômico apresenta para concretizar esse desejo – aponta Vitor Augusto Koch.

Em função das dificuldades financeiras que a maioria da população está enfrentando, a expectativa é que o valor médio dos presentes no Natal 2021 deve ficar na casa dos R$145,00. Os produtos mais procurados devem continuar aqueles mais tradicionais para a data, como roupas, calçados, produtos de beleza e perfumaria para os adultos e brinquedos para as crianças.

Dicas importantes

 Para os lojistas terem condições de vender mais neste Natal, o presidente da FCDL-RS dá algumas dicas importantes. Segundo ele, todos os empreendedores devem estar atentos para aproveitar o período e vender mais.

– Importante que os lojistas entrem no clima natalino, fazendo uma decoração que atraia os clientes. Vale o investimento em adornos de Natal bem chamativos, pois isso ajuda a despertar o interesse do consumidor. Mesmo no site ou redes sociais, também é possível utilizar itens que remetam ao período – destaca Vitor Augusto Koch.

Outro aspecto fundamental é buscar propiciar ao consumidor a melhor experiência de compra possível. Isso pode acontecer de diversas maneiras, desde o atendimento em horário estendido até o oferecimento de brindes. Hoje, a boa experiência do consumidor é uma das maiores responsáveis pela fidelização de clientes.

Promoções criativas e atraentes, evitar a demora no atendimento presencial, com a loja preparada para receber a alta demanda e a atenção às redes sociais também contribuem para bem atender o consumidor.

Por fim, disponibilizar opções de pagamento que se adaptem ao bolso do consumidor. Atualmente, há possibilidade de fazer pagamentos até pelo WhatsApp. Fundamental, ainda, disponibilizar as máquinas de cartão de crédito e débito e o Pix.