Porto Alegre, quarta, 26 de janeiro de 2022
img

Associação Brasileira de Portais de Notícias celebra sete anos e anuncia expansão para Estados brasileiros; por Edgar Lisboa/Repórter Brasília

Detalhes Notícia

 

Os principais sites e portais de notícias da capital federal se reuniram na noite de segunda, dia 13 de dezembro, para comemorar os sete anos de fundação da Associação Brasileira de Portais de Notícias (ABBP) A confraternização da entidade foi prestigiada por autoridades, políticos e empresários do Distrito Federal Goiás e Rio Grande do Sul.

A ABBP nasceu com o objetivo de fortalecer e agregar veículos de comunicação que atuam na cobertura jornalística a partir do DF. Hoje, os sites e portais de notícias associados a entidade são responsáveis por dar transparência aos principais fatos do Poder Legislativo, Judiciário e Executivo.

O presidente da ABBP, José Fernando Vilela, destacou a importância da atuação da ABBP e dos sites e portais de notícias associados que atuam em favor da sociedade e da boa informação.

“Nós estamos sempre buscando levar a informação à população de forma correta, verídica, primando pela prática e exercício do bom jornalismo. Nós chegamos até aqui por desenvolver um trabalho sério e vamos agora expandir a nossa atuação para todo o Brasil”. O presidente da ABBP, é editor e colunista do Expressão Brasiliense.

Homenagens

Durante a confraternização da ABBP, a atual diretoria condecorou os seus ex-presidentes Toni Duarte, do Radar DF, Sandro Gianelli, do Conectado ao Poder, e Fred Lima, do Lupa Política, em reconhecimento aos serviços prestados a entidade.

Danúbio Martins, padrinho da entidade, também foi agraciado com uma placa em reconhecimento a sua atuação em defesa da ABBP.

Os responsáveis pelos sites e portais de notícias associados à ABBP receberam o novo pin da entidade.

 

Ação Social

A ABBP aproveitou o encontro festivo para realizar uma campanha de arrecadação de fraldas geriátricas entre seus sócios para ajudar o Abrigo dos Excepcionais de Ceilândia (AEC).

Atualmente, a instituição atende 50 pessoas que foram abandonadas por seus familiares e necessitam de cuidados e atendimento especial.

Autoridades prestigiaram

 

Prestigiaram a festa com suas presenças, o vice-governador do DF, Paco Britto (Avante), que representou o governador Ibaneis Rocha, o deputado federal, Alceu Moreira (MDB-RS), o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal e MDB-DF, Rafael Prudente, os distritais Eduardo Pedrosa (DEM) e Jorge Vianna (Podemos), os secretários de Comunicação do DF, Welington Morais, e de Atendimento à Comunidade, Severino Cajazeiras, Orlando Rangel, Coordenador de Comunicação da CLDF,o administrador de São Sebastião, Alan Valim, o presidente da Fecomércio-DF, José Aparecido Freire.o representante do ex-governador e empresário Paulo Octávio, Nilo Cerqueira; o presidente do PMN/DF, Lukas Kontoyanis; o suplente de distrital Carlos Tabanez entre outras lideranças políticas do DF e Entorno.

Autoridades prestigiaram o evento.

Sobre a ABBP

A Associação Brasileira de Portais de Notícias – ABBP, foi fundada no dia 10 de dezembro de 2014 como entidade representativa de jornalistas e blogueiros que atuam no cenário político da capital federal. O primeiro nome da ABBP foi Associação Brasiliense de Blogueiros Políticos.

Conquistando Espaço 

Com a união e determinação de um grupo de jornalistas e profissionais de comunicação, a ABBP foi conquistando o seu espaço e fortalecendo o trabalho realizado pelos veículos de comunicação online que começaram a atuar  no Distrito Federal . Surge assim, um novo tipo de comunicação alternativa como canais de comunicação entre a sociedade não só do eixo piloto, mas também das cidades do entorno, a população mais carente valorizando  e dando força na defesa de uma vida melhor.

Jornalismo Digital

A ABBP foi a primeira instituição do Brasil que surgiu para organizar profissionais de comunicação em busca de fortalecer e consolidar o jornalismo digital, bem como contribuir para que a população pudesse ter acesso à informação de forma verdadeira e objetiva.

Clique aqui e leia mais em Repórter Brasília